Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/10/2014 17:52

Chikungunya chega aos estados próximos de MS e saúde fica em alerta

Filipe Prado, Campo Grande News

O número de contaminados pelo vírus da Chikungunya já chegou a 79 no Brasil, deste número, sete foram localizados em Estados na divisa com o Mato Grosso do Sul, com isso a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) começou a intensificar a prevenção da doença.

A diretora de Vigilância em Saúde da Sesau, Márcia Dalfabro, revelou que a prevenção da Chikungunya acontece desde 2011 em Campo Grande.

“A forma de transmissão é a mesma da dengue, então a prevenção é a mesma. Mas como a doença chegou o Brasil, estamos intensificando as ações”, comentou Márcia.

De acordo com o boletim emitido pelo Ministério da Saúde, dos 79 casos registrados no Brasil, até o dia 27 de setembro, 38 foram de pessoas que viajaram para países com a transmissão da doença, como República Dominicana, Haiti, Venezuela, Ilhas do Caribe e Guiana Francesa.

Os Estados do Paraná, com dois casos, São Paulo, 17, Goiás, um, e o Distrito Federal, com duas notificações, que fazem fronteira com Mato Grosso do Sul já foram infectados pela doença. O Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará, Ceará, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul também receberam notificações da doença.

As outras 41 pessoas com casos confirmados, oito no Amapá e 33 na Bahia, foram infectadas no Brasil e não tiveram registro de viagens para o exterior.

Doença – A febre Chikungunya é uma doença causada por vírus do gênero Alphavirus, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, que também difundi a dengue, e o Aedes Albopictus. Os sintomas são febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e manchas avermelhadas pelo corpo, que podem durar de três a 10 dias.

Conforme o Ministério da Saúde, a incidência de morte é menor se comparado com a dos casos de dengue.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)