Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/03/2006 19:44

CCJR rejeita veto do governador sobre projeto das placas

João Humberto


A CCJ R(Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Assembléia Legislativa decidiu, por unanimidade, rejeitar o veto do governo ao projeto de lei 92/05, de autoria do deputado estadual Maurício Picarelli (PTB), que dispõe sobre a colocação de placas de orientação de destino nas rodovias do Estado. A discussão vai ser levada esta semana ao plenário para votação.

A Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 97, que rege o Código Brasileiro de Trânsito, prevê a colocação de placas nas rodovias federais, no sentido de que seja oferecido um sistema de sinalização de distâncias e locais aos motoristas que trafegam pelas vias. Como a Assembléia pode legislar sobre criação, estrutura e atribuições das Secretarias de Estado e órgãos de administração pública – artigo 62 da Carta Magna Estadual, inciso XI –, o deputado apresentou o projeto na Casa.

O projeto foi apresentando no dia 8 de junho do ano passado e no texto da matéria consta que a Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos) deve implantar, ao longo das rodovias estaduais, a uma distância de 40 quilômetros uma da outra, as respectivas placas de orientação que indiquem a localização do hospital mais próximo, com infra-estrutura adequada para o atendimento de vítimas de acidentes de trânsito, bem como de outros locais .

“A maioria das rodovias dos Estados situados próximos a Mato Grosso do Sul disponibilizam placas indicativas de hospitais e pronto-socorros para atendimento de emergência a vítimas de acidentes de trânsito. Esta medida é simples e que, se adotada pelo governo, evitará inúmeros óbitos, que atualmente ocorrem pela falta de informação ou demora na prestação de socorro emergencial às vítimas de acidentes”, destaca Picarelli.

O veto foi publicado no dia 18 de outubro do ano passado no Diário Oficial.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)