Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/10/2011 17:14

Caso de H1N1 detectado na Capital é isolado

Notícias MS/ Jefferson Gonçalves

De acordo com informações liberadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), passa bem e já está em tratamento a criança de 11 anos que apresentou o quadro positivo para contaminação pelo vírus da gripe A H1N1 em Campo Grande. O caso começou a ser investigado na terça-feira (4), quando a criança foi encaminhada por familiares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas do bairro Coronel Antonino, ao apresentar os primeiros sintomas da doença.

Os exames realizados na amostra de material recolhido da criança pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul (Lacen/MS) confirmaram a contaminação.Tanto a Secretaria de Estado de Saúde quqnto a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) investigam as causas da contaminação. A SES informa que a criança não se vacinou durante o período de campanha contra a Gripe A H1N1, encerrada no mês de junho, em Mato Grosso do Sul.

A SES considera o caso como isolado, já que a sua manifestação ocorreu no período não propício para a propagação do vírus. Mato Grosso do Sul possui atualmente duas unidades sentinelas que possuem equipes treinadas para a coleta de materiais sob suspeita de gripe. As unidades ficam localizadas em Campo Grande, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas dos bairros Coronel Antonino e Coophavilla II.

No período de inverno de 2011, considerado ápice para a manifestação do vírus, foram investigadas 71 suspeitas de quadros de gripe. A SES informa que todas as análises de material resultaram em negativo para o vírus A-H1N1, resultado do sucesso da recente campanha de vacinação em Mato Grosso do Sul. Este é o segundo caso de H1N1 confirmado no Estado e o primeiro caso em Campo Grande. O primeiro caso foi registrado no município de Ponta Porã, no mês de agosto. O caso foi considerado como isolado, a paciente recebeu todos os cuidados médicos e está curada.

Orientações e prevenção
Segundo informações da SES, a rede pública de saúde está abastecida com os medicamentos necessários para o tratamento da gripe A. A Secretaria orienta a população e, principalmente, os chamados grupos de risco (gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos de idade, idosos, indígenas e profissionais de saúde) a manter medidas básicas de prevenção.

Também é importante manter os ambientes limpos e ventilados, sobretudo locais úmidos e frios, que favorecem a multiplicação do vírus. A higienização das mãos com álcool gel é indicada na prevenção em locais públicos e com grande circulação de pessoas.

Aos primeiros sinais de febre (com temperatura maior que 38°), tosse e dor de garganta, o paciente deve procurar imediatamente um posto de saúde, para que sejam feitos os exames iniciais. Durante o atendimento, o médico fará a avaliação e coleta de material, que será encaminhado para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

A campanha de vacinação foi encerrada em junho. A vacinação foi estendida enquanto havia vacina, priorizando-se, então, outros grupos de população com risco - como os diabéticos, os renais crônicos e, inclusive, internos dos presídios do Estado.

Em caso de confirmação, o tratamento através de antivirais, como o Oseltamivir deve ser iniciado em até 48 horas do início dos sintomas. Após este período, perde a eficácia.

Jefferson Gonçalves

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)