Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/04/2013 13:45

Cansada de apanhar, mulher diz que matou marido por legitima defesa

Mariana Lopes, Campo Grande News

"Eu não fiz por querer, não queria matar, mas estava cansada de apanhar dele", desabafa, em meio a lágrimas, Daiane Peralta Machado, 22 anos, acusada de ter matado o marido com um golpe de faca, na manhã de hoje (24), no loteamento Portelinha, no bairro Isabel Garden, Campo Grande.

Ela conta que o companheiro, Claudio Ferreira dos Santos, 30 anos, saiu de casa na noite de ontem, por volta das 20h, e a deixou trancada com os dois filhos do casal, uma menina de 3 anos e um menino de 2 anos.

Segundo Daiane, o marido voltou para casa só hoje, no início da manhã, por volta das 6h. Ela conta que Claudio estava alterado e sob efeito de drogas.

Assim que ele entrou em casa, conforme a versão de Daiane, os dois começaram a discutir e ele tentou agredi-la. "A briga começou porque eu disse que ele precisava arrumar um emprego ao invés de ficar na farra", relata a acusada.

Na sequência, de acordo com Daiane, ele atirou um travesseiro em direção a ela, que quebrou a lâmpada e acabou acordando os filhos.

Daiane diz que Claudio continuou a briga e foi para cima dela. "Ele me pegou pelo cabelo e veio para me dar um soco. Então eu peguei a primeira coisa que vi na minha frente, que era a faca, mandei nele", detalha.

Assustada com a situação, Daiane afirma que tentou fugir para a casa da mãe dela, que mora no bairro Danúbio Azul. A acusada foi presa pela Polícia Militar, no bairro Mata do Jacinto, aproximadamente duas horas depois de ter cometido o crime

Segundo o perito Amilkar da Serra, Claudio foi atingido com um apenas um golpe de faca, que atingiu a barriga, perto do umbigo.

Ainda conforme relato da perícia, a faca usada no homicídio tinha 15 centímetros de lâmina, e foi deixada em cima do telhado da residência do casal, após o crime.

Daiane está detida na 2° Delegacia de Polícia Civil, onde vai prestar depoimento. A irmã de Claudio, que não foi identificada, também foi ouvida pela polícia, como testemunha. Segundo a acusada, os filhos ficaram com a cunhada logo após o ocorrido e depois foram levados para a casa da mãe dela.

Claudio tinha passagens criminais por violência doméstica, ameaça, furto e roubo, este cometido no dia 27 de março. Daiane conta que nos últimos meses o marido tinha aparecido em casa com objetos roubados, inclusive uma moto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)