Cassilândia, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

08/01/2008 08:03

Campo-grandenses dividem Canasvieiras com argentinos

Paulo Nonato de Souza/Campo Grande News

Tradicional reduto de argentinos, o balneário catarinense de Canasvieiras, topônimo que, segundo um mapa datado de 1786, descende do fato de a região ter sido produtora de uma espécie de cana-de-açucar conhecida por “cana-vieira”, tem um forte sotaque pantaneiro neste verão. É a presença em número muito maior este ano dos turistas de Mato Grosso do Sul, a maioria campo-grandenses, que invadiram o bairro de cerca de 3,5 mil habitantes, localizado no norte da Ilha de Santa Catarina, a 27 km da capital Florianópolis, entre as praias de Jurerê, Cachoeira do Bom Jesus, Ponta das Canas e Praia Brava.

No verão a população de Canasvieiras chega a ficar três vezes maior com a presença de turistas de todas as partes do Brasil e do exterior, especialmente argentinos que estão por toda parte. Para eles, há estabelecimentos comerciais com atendentes e até placas bilíngües. Mas este ano eles estão dividindo a boa infra-estrutura turística, a beleza natural do lugar e seus 2 km de praia com os campo-grandenses.

“Até o verão de 2006 em Canasvieras só dava argentino e gaúcho. Os campo-grandenses começaram a vir em maior número a partir de 2007, e este ano acredito que a cidade está recebendo de 40% a 50% mais de turistas de Campo Grande em relação ao ano passado”, disse Rafael Carvalho de Almeida, da empresa Amauri Corretor de Imóveis, administradora dos condomínios Tropical Residência e Ilha Deserta, ambos localizados de frente para a praia, e com seus apartamentos quase que totalmente ocupados por turistas de Mato Grosso do Sul e da Argentina.

Na opinião do corretor de imóveis Amauri Carlos Pereira, há 25 anos atuando no setor de aluguel de imóveis para turistas, o perfil turístico de Canasvieiras, pela proximidade com um grande centro como Florianópolis, e por possuir completa infra-estrutura, é perfeito para quem viaja para curtir as férias em família. “Além de tudo isso o lugar é tranqüilo. Aqui até o mar é calmo e a água é quente. Talvez por isso cada vez mais os sul-mato-grossenses estejam preferindo a nossa Canasvieiras”, avalia Amauri.

Segundo ele, não é por acaso que a praia conta com opções de lazer para toda a família, desde passeios de banana-boat e disco-boat (espécies de botes infláveis puxados por barcos a motor), mergulhos com guias especializados, passeio de escuna (é um tipo de veleiro caracterizado por usar velas de popa a proa em dois ou mais mastros, que saem cheios de turistas para alto mar com direito a passar pela Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim, uma fortificação construída em 1739, e a famosa Ilha do Francês (dizem na região que o nome provem do fato de a ilha ter sido habitada por um general do Imperador Napoleão Bonaparte após a derrota na Batalha de Waterloo, em 1815).

O passeio de escuna custa R$ 35 por pessoa e normalmente zarpa e atraca de volta nos horários programados. Dura em média três horas e há muitas brincadeiras no barco, comandadas por divertidos guias uruguaios e argentinos. Mas cuidado. Tem uma despesa extra que não está embutida na passagem nem é informada no momento da compra do bilhete. São os R$ 4 cobrados para visitar a Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim, que segundo o guia uruguaio Marcelo, servem para ajudar na manutenção do forte gerenciado pela Universidade Federal de Santa Catarina. No verão o forte é aberto a visitação das 9h às 18h.
O charme do centrinho

O passeio à noite pelo centro de Canasvieiras é programa quase obrigatório. O charmoso centrinho, como é conhecido, conta com centenas de lojas de produtos de praia, delegacia de polícia, posto de saúde, supermercado 24h, mini-shopping, lojas de aluguel de carro, casa lotérica, uma agência do Banco do Brasil, o dia todo lotada, agências de correio e de viagem. Tudo funciona até altas horas. Por isso, no dia seguinte, fora os estabelecimentos que abrem dia e noite, nem adianta tentar encontrar alguma loja aberta antes de 9 horas.

“Aqui há uma estrutura muito boa para os turistas durante o dia e também à noite. É um dos poucos lugares em Florianópolis onde no período de férias é possível fazer compras até durante a madrugada, e todos os dias da semana”, disse a gaúcha Márcia Verruck, criada em Campo Grande, e há dois com residência fixa em Canasvieiras.
Na área de alimentação, Canasvieiras oferece churrascarias, casas de massa, frutos do mar, comida típica, cozinha internacional, lanchonetes, docerias, sorveterias e até um quiosque do McDonal's que só abre no verão. A hospedagem também é farta no balneário. Há opções de hotéis de luxo, pousadas, residenciais ou casas de aluguel. Para aqueles que querem gastar pouco, há albergues e camping.

Em Canasvieiras, a água do mar é verde, tem poucas ondas e apresenta uma variação de temperatura entre 23ºC e 26ºC nesta época do ano. A faixa de areia branca e fina é estreita e nos dias mais quentes é aconselhável chegar cedo para conseguir lugar. Na praia é possível alugar desde cadeira até caiaques.

Serviços

Chegando de carro a Florianópolis atravesse a Ponte Pedro Ivo Campos, vire à direita, siga pela Avenida Beira-Mar Norte e passe por cima do Elevado Vilson Kleinubing, que dá acesso à Rodovia SC 401. Na rodovia, vá em direção a Canasvieiras. Você passará pelos retornos de Cacupé e Sambaqui, e pelos acessos de Jurerê (até onde a SC 401 é duplicada) e Ingleses, até chegar ao trevo de Canasvieiras. Siga em frente e você estará na praia.

Chegando de ônibus: O Terminal Rodoviário Rita Maria fica a 400 metros do Terminal Integrado do Centro - TICEN. Dirija-se à plataforma C, no final à direita, de onde saem as linhas de ônibus urbano para Terminal Integrado de Canasvieiras - TICAN (linhas direta ou semidireta). Chegando ao TICAN, deve-se tomar um outro ônibus que vai até o bairro de Canasvieiras. Não é preciso pagar passagem novamente.

Chegando de avião: Se decidir alugar carro saia do aeroporto e logo vire à direita pelo acesso da Avenida Dep. Diomício Freitas. No final da avenida você passará por um retorno; vire à esquerda e tome o acesso da Via Expressa Sul (Rod. Gov. Aderbal Ramos da Silva). Atravesse o túnel e mantenha-se à direita, para tomar a Av. Beira-Mar Norte.

Se quiser poupar o dinheiro do táxi ou do aluguel do carro, na saída do aeroporto de Florianópolis, à direita, tem um ponto de ônibus. Tome qualquer um dos ônibus que passar e desça no Terminal Integrado do Centro - TICEN.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 15 de Outubro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)