Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/11/2011 06:53

Campo Grande muda realidade de índices de acidentes fatais

Agência do Rádio

Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, estava entre as cidades brasileiras com o maior número de acidentes fatais de trânsito do País. Com o apoio dos Ministérios da Saúde e da Cidades, essa realidade mudou. Graças ao Projeto Vidas No Trânsito, mesmo com um aumento de 9% da frota de automóveis, houve uma redução de 41% no número de acidentes fatais e graves. A secretária-adjunta de Saúde de Campo Grande, Ana Lúcia de Oliveira, explica que a receita do sucesso está na conscientização das pessoas junto às melhorias nas rodovias e na sinalização.


\"Nós trabalhamos muito nessa sensibilização, porque diversas pessoas perderam seus parentes, já sofreram acidentes e o principal assequelas dessas pessoas que sobreviveram, diversos cadeirantes, pessoas imobilizadas, pessoas que eram arrimo de família e a partir daí elas deixam de ser. E também estamos mudando os sinalizadores, deixando de ser por luz que as pessoas reclamam que, às vezes, pode estar escondida atrás da árvore para ser por led.\"

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, projetos como esse são fundamentais no combate a violência no transito.


\"Projetos como esse de Campo Grande mostram que quando a Polícia Militar, governos estaduais fazem ações de fiscalização e orientação é possível reduzir o número de acidentes, por isso que o Ministério da Saúde tem defendido pros governos estaduais e Polícia Militar possam apertar a fiscalização da Lei Seca. Se beber não pode dirigir.\"

Com o reforço nas ações, a meta de Campo Grande é reduzir a taxa de acidentes fatais e graves para 6%.

Reportagem, Vanessa Silvestre


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)