Cassilândia, Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

10/11/2003 13:18

Campanha vai esclarecer sobre plantio de transgênicos

Ma. Helena Antun/ABr

O ministério da Agricultura começou hoje, em parceria com os estados, uma campanha de fiscalização e esclarecimento sobre o plantio e o transporte de soja transgênica. O ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Amauri Dimárzio, destacou, há pouco, que o objetivo da campanha é legalizar e dar segurança aos produtores e consumidores. "Não é para prender e nem multar, é para informar", assegurou.

De acordo com o ministro interino, os produtores têm até o dia 09 de dezembro próximo para declarar a intenção de plantar soja geneticamente modificada na próxima safra. Observa que o prazo não será mais prorrogado. Segundo ele, até agora 11.199 produtores assinaram o termo de compromisso, declarando que vão plantar o produto transgênico ou que tem semente própria sem origem de comprovação.

Do total de declarações, 10,790 são do Rio Grande do Sul, 225 do Paraná e 108 do Mato Grosso. Diante do expressivo número de termos assinados no Paraná, Dimárzio espera que o governo do estado reconsidere sua posição contrária aos transgênicos e colabore com o trabalho do governo federal.

O ministro admite que é pequena a quantidade de declarações assinadas até hoje contra a sua estimativa de até 100 mil. Ele credita o baixo número de documentos à falta de informação e à possibilidade de instauração pelo Senado Federal de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre origem de sementes e a pressão da sociedade.

Dimárzio enfatizou que os termos assinados são documentos sigilosos e que serão tratados como tal pelo governo federal. Do chamado termo de compromisso constam a identificação do produtor, da terra e o total de área plantada com transgênicos. Quem for pego cultivando esse tipo de produto sem ter comunicado ao governo pagará multa de R$ 16,100 mil mais multa de 10% sobre cada tonelada da produção.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 29 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)