Cassilândia, Quarta-feira, 14 de Abril de 2021

Últimas Notícias

18/05/2004 15:06

Campanha educativa pode ter linguagem de sinais

Agência Câmara

O Projeto de Lei 1828/03, que obriga as emissoras de televisão a traduzir campanhas educativas para a linguagem de sinais, pode ser votado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) nesta tarde. A proposta também prevê essa exigência para programas que divulgam obras e serviços da administração pública. O relator, deputado Inaldo Leitão (PSDB-PB), sugere a aprovação da matéria.

Pena x estudo
Também está na pauta da comissão a proposta (PL 6390/02) que permite a compensação da pena por meio do estudo do preso, à razão de um dia de pena por dois de estudo. Pelo texto aprovado na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, a remissão pelo estudo seguirá a mesma sistemática prevista na Lei de Execução Penal para a compensação pelo trabalho. Assim, o instituto não será aplicado aos crimes hediondos, cujo cumprimento deve ocorrer integralmente em regime fechado.
O preso não precisará ser aprovado no ano letivo para que a remissão produza efeitos.
A matéria está com o deputado Ibrahim Abi-Ackel (PPB-MG), que sugere sua aprovação.

Acordos internacionais
Os deputados podem votar ainda dois acordos internacionais. O primeiro, tema do Projeto de Decreto Legislativo 119/03, altera a ressalva brasileira à Convenção Interamericana sobre o cumprimento de sentenças penais no exterior. Quando aderiu à Convenção, o Brasil fez uma ressalva, reservando-se o direito de não cumprir o artigo relativo aos períodos de prisão ou ao cumprimento alternativo da pena.
Após a ratificação, no entanto, o Ministério das Relações Exteriores constatou que a reserva à totalidade do artigo permitiu que pena sentenciada no Brasil fosse prolongada em outro país, o que contraria garantias constitucionais. A alteração, aprovada pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, limita a reserva a apenas parte do artigo, corrigindo a situação.

Vistos grátis
O segundo acordo, aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional por meio do Projeto de Decreto Legislativo 992/03, concede a gratuidade de vistos aos estudantes e docentes entre o Brasil e a Argentina.
As proposições receberam pareceres favoráveis de seus relatores, respectivamente, deputado Vilmar Rocha (PFL-GO) e Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS).
Além desses projetos, outros 106 itens estão na pauta da CCJ.

Reportagem - Natalia Doederlein
Edição - Simone Ravazzolli



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 14 de Abril de 2021
Terça, 13 de Abril de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)