Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/05/2004 15:06

Campanha educativa pode ter linguagem de sinais

Agência Câmara

O Projeto de Lei 1828/03, que obriga as emissoras de televisão a traduzir campanhas educativas para a linguagem de sinais, pode ser votado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) nesta tarde. A proposta também prevê essa exigência para programas que divulgam obras e serviços da administração pública. O relator, deputado Inaldo Leitão (PSDB-PB), sugere a aprovação da matéria.

Pena x estudo
Também está na pauta da comissão a proposta (PL 6390/02) que permite a compensação da pena por meio do estudo do preso, à razão de um dia de pena por dois de estudo. Pelo texto aprovado na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, a remissão pelo estudo seguirá a mesma sistemática prevista na Lei de Execução Penal para a compensação pelo trabalho. Assim, o instituto não será aplicado aos crimes hediondos, cujo cumprimento deve ocorrer integralmente em regime fechado.
O preso não precisará ser aprovado no ano letivo para que a remissão produza efeitos.
A matéria está com o deputado Ibrahim Abi-Ackel (PPB-MG), que sugere sua aprovação.

Acordos internacionais
Os deputados podem votar ainda dois acordos internacionais. O primeiro, tema do Projeto de Decreto Legislativo 119/03, altera a ressalva brasileira à Convenção Interamericana sobre o cumprimento de sentenças penais no exterior. Quando aderiu à Convenção, o Brasil fez uma ressalva, reservando-se o direito de não cumprir o artigo relativo aos períodos de prisão ou ao cumprimento alternativo da pena.
Após a ratificação, no entanto, o Ministério das Relações Exteriores constatou que a reserva à totalidade do artigo permitiu que pena sentenciada no Brasil fosse prolongada em outro país, o que contraria garantias constitucionais. A alteração, aprovada pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, limita a reserva a apenas parte do artigo, corrigindo a situação.

Vistos grátis
O segundo acordo, aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional por meio do Projeto de Decreto Legislativo 992/03, concede a gratuidade de vistos aos estudantes e docentes entre o Brasil e a Argentina.
As proposições receberam pareceres favoráveis de seus relatores, respectivamente, deputado Vilmar Rocha (PFL-GO) e Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS).
Além desses projetos, outros 106 itens estão na pauta da CCJ.

Reportagem - Natalia Doederlein
Edição - Simone Ravazzolli



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)