Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/12/2017 19:00

Câmara mantém opção por cesariana apenas após 39ª semana de gestação

Agência Câmara Notícias

 

A Comissão de Seguridade Social e Família rejeitou o Projeto de Lei 5687/16, que assegura à gestante o direito de optar pela realização de parto cesariana após completar 37 semanas de gestação.

A proposta também já foi rejeitada pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e será arquivada, a não ser que haja recurso contrário ao arquivamento.

O autor da proposta, deputado Professor Victório Galli (PSC-MT), pretendia refutar resolução de 2016 do Conselho Federal de Medicina (CFM) que estabelece que a cesariana por opção da mãe somente pode ser realizada após a 39ª semana de gestação.

No entanto, o parecer da relatora, deputada Shéridan (PSDB-RR), foi contrário à proposta. Para ela, a resolução do CFM visa proteger a criança e a mãe. “Estudos apontam que ainda ocorre desenvolvimento intrauterino considerável do feto entre a 37ª e a 39ª semana de gestação”, disse.

Campeão de cesarianas
Shéridan ressaltou ainda que o Brasil continua a ser considerado campeão mundial de cesarianas, o que contraria todas as recomendações, tanto nacionais quanto internacionais.

“No Brasil, mais de metade das crianças vem ao mundo por meio de intervenção cirúrgica, o que não é natural”, afirmou. “A cesariana é recurso salvador e tem indicações precisas, que são, resumidamente, risco de morte para a mãe ou a criança. Fora isso, apresenta mais perigos do que benefícios.”

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
PL-5687/2016

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)