Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/03/2008 07:56

Câmara mantém obrigatoriedade da contribuição sindical

Iolando Lourenço/ABr

Brasília - A Câmara dos Deputados rejeitou na noite de hoje (11) a emenda que acabava com a obrigatoriedade da contribuição sindical dos trabalhadores. Foram 234 votos pela obrigatoriedade da contribuição e 171 contrários. Com isso, os trabalhadores continuam sendo obrigados a pagar a contribuição sindical.

Durante a votação do projeto de lei que legaliza as centrais sindicais e que reconhece as organizações como entidades de representação dos trabalhadores, os deputados aprovaram as emendas do Senado ao projeto. A proposta já havia sido aprovada pela Câmara em 17 de outubro do ano passado, mas foi alterada na votação dos senadores.

Na primeira votação da Câmara, os deputados aprovaram emenda do deputado Augusto Carvalho (PPS-DF) que acabava com a obrigatoriedade da contribuição sindical dos trabalhadores. Mas na votação no Senado, a emenda foi rejeitada e na nova votação na Câmara, os deputados mantiveram o texto aprovado pelos senadores.

Segundo o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), a aprovação do projeto é uma luta histórica dos trabalhadores. De acordo com ele, entre as vantagens da proposta está a possibilidade de reunir todas as categorias em uma única organização. Além disso, as centrais poderão representar os trabalhadores na justiça comum e na federal, “inclusive recorrer diretamente ao Supremo Tribunal Federal”.

Representantes das centrais sindicais passaram quase todo o dia de hoje conversando com os deputados para a aprovação da proposta nos termos em que ela foi aprovada pelos senadores. Os representantes das centrais também acompanharam a votação da proposta nas galerias do Plenário da Câmara e comemoram a rejeição da emenda.

O projeto que regulamenta as centrais sindicais, que estava trancando a pauta de votações da Câmara, segue agora à sanção presidencial.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)