Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/03/2007 14:37

Câmara arquiva representação contra Jungmann

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decidiu hoje, por unanimidade, arquivar a representação contra o deputado Raul Jungmann (PPS-PE). Ele é acusado pelo Ministério Público de improbidade administrativa na época em que era ministro do Desenvolvimento Agrário do governo de Fernando Henrique Cardoso.

O pedido de arquivamento foi feito pelo corregedor da Câmara, deputado Inocêncio de Oliveira (PFL-PE), que alegou que as acusações contra o deputado referem-se a fatos ocorridos quando ele não exercia função de parlamentar.

"Nós arquivamos, pura a simplesmente, porque não poderíamos processá-lo. As acusações referem-se a fatos que aconteceram fora do exercício parlamentar", afirmou.

De acordo com o MP, Jungmann e mais oito pessoas participaram de um esquema que desviou R$ 33 milhões de recursos públicos para o pagamento de contratos de publicidade do Instituto nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), entre 1998 e 2002.

Ao ser denunciado, Jungmann disse que renunciaria ao mandato se alguém encontrasse desvio de recurso em sua administração. Outra atitude do deputado foi pedir ao Conselho de Ética da Câmara que o investigasse.

Se o processo contra Jungmann não tivesse sido arquivado pela Mesa Diretora, ele poderia ser levado ao Conselho de Ética, que o processaria por quebra de decoro parlamentar.

A representação contra Jungmann é de autoria do deputado Eduardo Valverde (PT-RO). Ele havia alegado que, na época dos fatos, Jungmann era deputado federal licenciado, portanto, sujeito a investigação da Câmara.


Lívia Gaetner

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)