Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

03/09/2009 10:54

Cadastramento de área é necessário para proteção da soja

A principal fonte de proteína para o segmento da alimentação animal triplica sua demanda nos últimos 25 anos. A soja, que até 2015 terá um crescimento de 4,4,% ao ano no Brasil, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, é um produto que deve ser cultivado com muito cuidado, considerando que é o principal produto de exportação do País.

Os agricultores de Mato Grosso do Sul devem cadastrar no site da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal - Iagro, suas áreas de cultivo até dezembro deste ano, para prevenir focos de ferrugem. O produtor rural que não fizer o cadastramento de sua área, pode ser multado.

“Há um determinado período do ano, em que a soja não deve ser cultivada. Chamamos essa estratégia de manejo, de Vazio Sanitário da Soja, com o objetivo de evitar que a safra seja infectada”, explica o assessor de Agricultura da FAMASUL, Lucas Galvan.

Segundo dados da Embrapa, o agronegócio brasileiro responde por 29% do PIB e, participando a soja com 4%, o que movimenta U$ 20,9 bilhões. “A soja é muito importante para o agronegócio, e se os agricultores cadastram suas áreas de plantio na Iagro, cria-se um banco de dados que avaliam a eficiência do vazio sanitário, torna-se possível orientar as atividades de defesa sanitária vegetal e previnem-se os focos de ferrugem nas imediações”, esclarece Galvan.

Em 2008, o Governo de Mato Grosso do Sul, Seprotur e Iagro, com o apoio da FAMASUL, Aprosoja, Funar e SENAR, fizeram um material de divulgação sobre a importância do cadastro, o que cooperou para que 80% das áreas fossem cadastradas.

Como efetuar o cadastro

Para cadastrar-se basta acessar o site www.iagro.ms.gov.br, no link “Produtor de Soja – cadastre-se aqui”. Em seguida, informar seu número de inscrição estadual e CPF ou CNPJ, e área de plantio de soja. Será emitido um número de recibo necessário para novo acesso, e para informar ocorrências de focos de ferrugem em sua propriedade, se for o caso.

Informações pelo telefone 3320-9700.



Marcele Aroca

Sato Comunicação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 25 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)