Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/09/2009 10:54

Cadastramento de área é necessário para proteção da soja

A principal fonte de proteína para o segmento da alimentação animal triplica sua demanda nos últimos 25 anos. A soja, que até 2015 terá um crescimento de 4,4,% ao ano no Brasil, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, é um produto que deve ser cultivado com muito cuidado, considerando que é o principal produto de exportação do País.

Os agricultores de Mato Grosso do Sul devem cadastrar no site da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal - Iagro, suas áreas de cultivo até dezembro deste ano, para prevenir focos de ferrugem. O produtor rural que não fizer o cadastramento de sua área, pode ser multado.

“Há um determinado período do ano, em que a soja não deve ser cultivada. Chamamos essa estratégia de manejo, de Vazio Sanitário da Soja, com o objetivo de evitar que a safra seja infectada”, explica o assessor de Agricultura da FAMASUL, Lucas Galvan.

Segundo dados da Embrapa, o agronegócio brasileiro responde por 29% do PIB e, participando a soja com 4%, o que movimenta U$ 20,9 bilhões. “A soja é muito importante para o agronegócio, e se os agricultores cadastram suas áreas de plantio na Iagro, cria-se um banco de dados que avaliam a eficiência do vazio sanitário, torna-se possível orientar as atividades de defesa sanitária vegetal e previnem-se os focos de ferrugem nas imediações”, esclarece Galvan.

Em 2008, o Governo de Mato Grosso do Sul, Seprotur e Iagro, com o apoio da FAMASUL, Aprosoja, Funar e SENAR, fizeram um material de divulgação sobre a importância do cadastro, o que cooperou para que 80% das áreas fossem cadastradas.

Como efetuar o cadastro

Para cadastrar-se basta acessar o site www.iagro.ms.gov.br, no link “Produtor de Soja – cadastre-se aqui”. Em seguida, informar seu número de inscrição estadual e CPF ou CNPJ, e área de plantio de soja. Será emitido um número de recibo necessário para novo acesso, e para informar ocorrências de focos de ferrugem em sua propriedade, se for o caso.

Informações pelo telefone 3320-9700.



Marcele Aroca

Sato Comunicação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)