Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/03/2016 16:00

Brasil muda protocolo e Ministério da Saúde confirma 745 casos

Saúde Plena

 

O Ministério da Saúde (MS) afirma que a desde quarta-feira (09/03) passou a adotar novos parâmetros para medir o perímetro cefálico e identificar suspeitas de casos de microcefalia no Brasil. Novo boletim epidemiológico mostra que já são 745 casos confirmados de microcefalia no país e outros 4.231 permanecem em investigação. De um total de 6.158 casos notificados, o número de descartados é de 1.182. Em 2 de março, eram 641 casos confirmados, o aumento foi de 16% em uma semana.

A decisão da mudança de protocolo já havia sido adiantada, mas foi oficializada em coletiva de imprensa na tarde de hoje, ocasião em que os dados da epidemia de zika vírus também foram atualizados.

Até agora, a medida considerada para microcefalia era de perímetro cefálico igual ou inferior a 32 cm e passa a ser de 31.9cm para os meninos e 31,5cm para as meninas. Segundo o coordenador-geral de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública (CGVR) do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, a mudança do perímetro cefálico está de acordo com a recomendação anunciada recentemente pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “A OMS caracterizou o que é microcefalia, microcefalia grave e microcefalia com anormalidade no cérebro", afirmou.

Segundo ele, o objetivo é padronizar as referências para todos os países e valem para bebês nascidos com 37 ou mais semanas de gestação. "Cada centímetro faz diferença e os serviços de saúde estão habilitados e capacitados para fazer essa medição. Isso vai evitar que crianças normais entrem nas estatísticas e que as mães fiquem preocupadas", disse.

Oliveira explicou que a aferição do perímetro cefálico deve ser feita, preferencialmente, após as primeiras 24 horas ou até a primeira semana depois do nascimento. Ele lembrou ainda que a confirmação de microcefalia e a sua associação a outras infecções só pode ser feita após realização de exames complementares e garantiu que, no caso de crianças que nasçam com perímetro cefálico normal, mas apresente algum problema, ela será acompanhada pela pediatria. "Todos os neonatos devem receber avaliação e acompanhamento regular durante a infância", declarou.

O diretor da Divisão de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch reforçou a importância de que todos os países adotem padrões parecidos para notificação de microcefalia. "O que importa é que os casos sejam notificados e acompanhados para identificação precoce de possíveis problemas. Este parâmetro é o que tem maior reconhecimento científico", defendeu.

O Ministro da Saúde, Marcelo Castro, lembrou que a recomendação para gestantes é usar preservativo nas relações sexuais com parceiros que estiveram em regiões endêmicas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)