Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/05/2006 13:16

Bolívia manda Exército para região de fronteira com MS

Campo Grande News/ Marcelo Fernandes, do Corumba Online

O vice-presidente boliviano, Alvaro García, informou que um contingente militar foi enviado para custódia das instalações petrolíferas de cidade de Puerto Suarez, que fica na fronteira com o Brasil, próximo a Corumbá (MS). ”Esta situação, de modo algum, significa que estejamos militarizando a cidade”, disse. Segundo ele, as Forças Armadas ganharam maior presença na área para preservação dos bens públicos.

"Cada vez que se instaura um conflito, de pequena ou média intensidade, instruímos as Forças Armadas para proteção do patrimônio nacional, especialmente das instalações ligadas aos recursos minerais, que geram divisas para o Estado", ressaltou Garcia.

O vice-presidente conclamou as autoridades municipais e cívicas da zona fronteiriça a deixar de lado as medidas de pressão e retomar o diálogo, segundo relatou a Agência Boliviana de Informações, site oficial do Governo da Bolívia, na noite deste domingo, 30 de abril.

Ele reafirmou que a empresa EBX, que constrói uma usina siderúrgica em Puerto Quijarro, foi expulsa da Bolívia pelo presidente Evo Morales, porque não apresenta licenças ambientais para a instalação e está localizada na faixa de fronteira, em distância proibida para estrangeiros, pela Constitução Política do Estado.

De acordo com o vice-presidente, o governo Central executará, em curto prazo, três programas para geração de cerca de três mil fontes de trabalho na província de German Busch.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)