Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/03/2016 06:10

Bancos liberam crédito para antecipar restituição, mas economista faz alerta

Campo Grande News

Com tantas contas para pagar no início de ano, antecipar a restituição do imposto de renda pode ser uma saída para quem já começou 2016 endividado. Os bancos já oferecem o crédito, mas cobram juros pelo serviço. Mesmo sendo tentador, o economista Sérgio Bastos, afirma que apesar das taxas de juros serem mais baixas que as do cheque especial e do cartão de crédito, por exemplo, este serviço é visto como uma operação de risco.

“A questão de realizar uma transação como essa é que o contribuinte nunca saberá se irá para a malha fina ou não. Geralmente o banco espera até o último lote, e se por algum motivo o cliente não receber, ele exigirá o valor total e o cliente acaba se enrolando”, explica Sérgio.

O economista reforça que as pessoas precisam entender que a antecipação é também um empréstimo, e apesar desta transação não ser boa em nenhum dos casos, neste caso é pior por conta da incerteza do recebimento do recurso.

Aqueles que optarem pela antecipação precisa informar ao banco que deseja solicitar a antecipação, com a declaração já realizada em mãos. A instituição fará uma análise e se for aprovado, o dinheiro é creditado em conta.

Crédito - Para quem é correntista do Banco do Brasil é possível restituir até 100% do recebimento, com valor máximo de R$ 20 mil. As taxas de juros são de 2,25% ao mês, e o pagamento é realizado somente na data do crédito da restituição ou no vencimento do contrato, que será em 16 de janeiro de 2017, conforme o que ocorrer primeiro.

Os clientes do Bradesco terão taxas de juros de 4,19% ao mês, e o prazo de pagamento varia de acordo com a porcentagem que o correntista deseja antecipar. Lá a declaração também já precisa estar pronta e a níveis de empréstimo. Para aqueles que querem o máximo, que é de 80% do valor a receber,o prazo de pagamento é de até 120 dias. Já para 70% do valor, o cliente tem de 181 a 240 dias para efetuar o pagamento. Aqueles que pretendem pedir 65% do que será restituído terá até 300 dias para quitar sua dívida.

Quem é correntista da Caixa Econômica Federal também pode pedir este dinheiro, mas pagará uma taxa de 3,42%. O valor mínimo é de R$ 610 e o máximo de R$ 20 mil, no entanto o máximo solicitado é 75% do valor. O contrato é realizado para ser pago até o último lote do Imposto de Renda.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)