Cassilândia, Sábado, 25 de Maio de 2019

Últimas Notícias

28/03/2019 13:30

Aviso de massacre com hora marcada mobiliza polícia em escola

Rede do Wifi na escola indicava que ação aconteceria às 14h40; suspeita é de "brincadeira" para adiar provas

Campo Grande News

Uma ameaça de massacre na Escola Estadual Professor Emygdio Campos Vidal, no bairro Vila Boas, em Campo Grande, mobilizou uma equipe da Ronda Escolar da Polícia Militar, nesta quinta-feira (28). Alunos e professores foram surpreendidos, pela manhã, com uma mensagem na rede de Wifi da instituição que, após ter o nome alterado, passou a se chamar "Massacre14h40".

Segundo apurado pelo Campo Grande News, as aulas na unidade de ensino são integrais e costumam acabar por volta das 16h40. Porém, especificamente hoje, os alunos serão dispensados justamente no horário indicado na mensagem. "Eles [os alunos] teriam prova e, por isso, seriam liberados em seguida", revelou o militar aposentado Ismael Freire, pai de um dos alunos da escola.

Assim como ele, muitos pais foram correndo ao local buscar seus filhos logo depois que o assunto se espalhou pela região. De acordo com o padeiro Aziel Pereira da Silva, que foi ao local buscar a filha, a própria direção do colégio entrou em contato com a mãe da menina para informar sobre o caso.

A reportagem conversou com alguns estudantes, entre 12 e 14 anos - que não serão identificados - que confirmaram a troca do nome da rede de Wifi pela mensagem. Segundo eles, algumas pessoas chegaram a compartilhar o ocorrido em aplicativos de mensagem, o que ajudou a espalhar o ocorrido.

"Alguém sem noção postou e as pessoas começaram a publicar no estados do WhatsApp, começaram a brincar com isso. Na hora do lanche a diretora parou todo mundo e falou o que estava acontecendo", revelou uma aluna.

Apressada, a mãe de um aluno que não se identificou, revelou que muitas pessoas pelo bairro, que não têm ligação com estudantes da escola, ligaram preocupadas, em busca de informações. "Movimentou toda a região", ressaltou.

Dois policiais estão na unidade de ensino e, conforme alunos, uma revista foi feita nas salas de aula e em mochilas. De acordo com o soldado Marco Jedaili, da Ronda Escolar, a situação está controlada. "Revistamos o entorno e tudo indica que foi uma brincadeira de mau gosto de um aluno", revelou.

Entre as suspeita, está a tentativa de adiar a prova que seria aplicada nesta quinta. Ainda conforme o policial, o suspeito de ter trocado o nome da rede ainda não foi identificado, apenas o IP do aparelho celular. A direção da escola foi orientada a registrar um boletim de ocorrência.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 25 de Maio de 2019
11:34
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Sexta, 24 de Maio de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)