Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/06/2006 13:59

Assembléia: Deputados aprovaram 24 projetos


A Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul encerrou os trabalhos do primeiro semestre com a votação de 24 projetos, sendo 14 durante a sessão ordinária e 10 na extraordinária, sendo 7 na primeira extraordinárai e 3 na segunda desta quinta-feira. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2007 foi aprovada em segunda, prevendo o orçamento de R$ 4,8 bilhões para o próximo ano, renúncia fiscal de R$ 1,175 bilhão e aumento de 0,6 ponto percentual no repasse do Ministério Público Estadual (MPE).

O Projeto de Lei 090/06, do deputado estadual Pedro Kemp (PT), foi aprovado em primeira e segunda, respectivamente, na sessão ordínária e extraordinária. Segundo o parlamentar, a proposta torna lei resolução do Governo estadual que obriga a eleição direta como mecanismo para escolher os diretores, adjuntos e os colegiados das 390 escolas públicas estaduais de Mato Grosso do Sul.

O polêmico PL 024/06, do deputado Akira Otsubo (PMDB), foi aprovado em redação final. A partir da sanção do projeto, os cerca de 5 mil pescadores profissionais poderão usar apetrechos, como 10 anzóis de galho e 10 bóias fixa (cavalinho), para pescar no Estado. O limite da cota mensal para cada é de 400 quilos.

Foram aprovados os projetos do Poder Executivo que autorização a doação de áreas. O PL 119/06 beneficia a prefeitura de Dourados. O PL 130/06 permite à Agência Estadual de Habitação (Agehab) a doar imóvel para a prefeitura de Rio Brilhante.

JUDICIÁRIO - Foram aprovados dois projetos do Poder Judidiário. O PL 110/06, do Tribunal de Justiça, que cria a Comarca de Nova Alvorada do Sul, foi aprovado em primeira e segunda nas sessões de hoje. O PL 100/06 cria a comarca de Dois Irmãos do Buriti.

Outra proposta do TJMS, a de número 099/06, que acaba com o regime celetista no Poder Judiciário, foi aprovada em segunda votação. Segundo mensagem do presidente do TJMS, desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte, a 770 funcionários são celetistas e passarão a ser estatutário, passando a contribuir com o MS-Prev, deixando de pagar ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Os deputados aprovaram o PL 121/06, da Procuradoria Geral de Justiça, que fixa os subsídios dos servidores do quadro auxiliar do Ministério Público Estadual (MPE).

O PL 114/06, da Defensoria Pública-Geral do Estado, foi aprovado em segunda. O projeto substitutivo eleva o subsídio inicial pago ao defensor público de R$ 7,2 mil para R$ 11 mil. O aumento entra em vigor a partir de 1.º de janeiro de 2007 e elevará a folha a comprometer 60% da receita mensal com o pagamento de pessoal, dentro do limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

MADEIRA APREENDIDA - Os deputados aprovaram em segunda o PL 032/06, do deputado Raul Freixes (PTB), que obriga as instituições com detector de metal e anti-furto que ponham placas alertando dos riscos dos equipamentos para os portadores de aparelhos marca-passo.

O Projeto de Decreto Legislativo 016/06, de Dagoberto Nogueira Filho (PDT), destina a madeira apreendida pela Polícia Militar Ambiental (PMA) para projetos de construção de habitações populares e para os assentamentos rurais em Mato Grosso do Sul. A proposta vai para publicação.

Três deputados - Dagoberto Nogueira Filho, Paulo Corrêa (PL) e Humberto Teixeira (PDT) - são autores do PL 113/06, que acaba com o limite de 10 mil toneladas para os armazéns serem beneficiados pelo programa de regime especial do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Foi aprovado em votação única o PL 031/06, de Humberto Teixeira, que concede o título de Cidadão Sul-mato-grossense ao ex-juiz e advogado de Dourados, Airton Stropa Garcia.

O PL de Paulo Corrêa autoriza o Governo estadual a elevar o repasse mensal feito às prefeituras para pagar os agentes comunitários de saúde. O projeto de Maurício Picarelli, que concede anistia em alguns casos, foi aprovado em segunda.

Foram aprovados ainda, em primeira e segunda votações, os projetos de autoria dos deputados Sérgio Assis (PSB) e Ary Rigo (PDT).





Agência de Notícias do Legislativo - ANL
Edivaldo Bitencourt

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)