Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2009 05:04

Artigo: Turismo e as tecnologias digitais

Otavio Demasi*

TECNOLOGIAS DIGITAIS DE RELACIOAMENTO NA ATIVIDADE TURÍSTICA



70 milhões de brasileiros – 2009 - estão conectados via internet;
isso significa mudança, mudança e mais mudança no planejamento
estratégico de qualquer empresa e até mesmo do prestador de serviço:
Twitter, You Tube, Orkut, Facebook, Google, Blogger, Linked In,
Flickr, é tão recente que deixa perplexo e atônito todo mortal à
frente de qualquer negócio, ainda mais quando se trata com pessoas. A
comunicação saiu das mãos dos comunicadores, jornalistas, gerentes
de marketing, parando nas mãos dos consumidores, através dessas novas
mídias e dos milhões de blogueiros por todo o planeta, além do data
base, data center, crm, IP, etc.
O olhar de quem decide, visando realizar negócios, conseguir
formadores de opinião, espaços com citações, ser bem lembrado na rede
de computadores, não é tarefa tão simples, embora não tenha custos tão
altos à priori, pois a ferramenta faz parte do dia-a-dia de milhões e
já tem seu custo coberto nas despesas operacionais, seja empresarial
ou caseira. A internet é um compartilhamento total; seu conteúdo no
geral é colaborativo, é de alcance mundial, tendo o poder de
construir e destruir ao mesmo tempo, com seu alcançe planetário,
influindo em compradores e não compradores.
Importante é conhecer e classificar ao máximo o consumidor, por isso
se faz necessário ter banco de dados, com minúcias, sempre
atualizadas, pois o comportamento de quem consome muda tanto quanto
muda o mundo digital. A exigência do consumidor aumentou e muito e o
trabalho on-line em muito pode agilizar os negócios, contatos,
respostas, informações, pois pode-se “estar próximo ao consumidor”,
garantindo a sua fidelização, sabendo de suas opiniões, queixas,
sugestões e mesmo vontades e desejos antecipadamente para melhor
atende-lo, conquistando o seu coração e bolso.
A internet ajuda a fidelizar a clientela, desde que façamos dela
nossos parceiros e estejamos sempre plugados, solicitando sempre sua
participação, respondendo aos seus anseios e necessidades, trocando e
buscando idéias dos internautas. A possibilidade de ampliar nosso
universo de consumidores é infinita, mas devemos ter em conta a nossa
capacidade de absorção de novas demandas e primordialmente
preenchendo os vácuos de consumo onde sofremos quedas de vendas
durante épocas específicas, justamente para evitar que o comprador(a)
habitual, seja simplesmente trocado por outro, evitando o seis por
meia dúzia.
A prospecção do mercado, também pode nos levar a implementar novos
serviços, ampliar instalações, buscar novos parceiros, trabalhar
nichos segmentados, mas antes de tudo, devemos entender quem está do
outro lado da tela, quais suas sutilezas, qual o seu montante de
gasto, seus hábitos, o que pensa, como compra, o que quer comprar,
quando e quanto, o que quer receber e como quer ser atendido, entre
outros. É sabido que é uma grande massa; são 70 milhões de
internautas, temos também 20 milhões que emergiram para a classe média
e pouco ou quase nada sabemos dos seus hábitos de consumo. A
ferramenta está à disposição; mas é preciso trabalhar com esmero e
profissionalismo.
Otravio Demasi* – consultor de turismo – jornalista Mtb 32548 –
www.odtur.blogspot.com - e mail : odtur@ig.com.br





O Cassilândianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)