Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

20/07/2012 08:04

Artigo: Até o apagar das luzes

João Bosco Leal

Ainda com poucos anos de vida já somos capazes de nos apaixonar por outra criança, mesmo quando a vemos pela primeira vez em uma praça ou clube, onde os adultos nos levaram e encontraram conhecidos com filhos da nossa idade.

Independentemente de já o serem ou não, todas as pessoas certamente seriam muito mais felizes, se pudessem estar sempre apaixonadas, pois as paixões são o tempero da vida dos jovens e daqueles maduros que possuem prazer em.

Bem mais frequentes na juventude, uma fase em que a atração física é muito mais importante que detalhes como amizade, companheirismo e cumplicidade, só valorizados na maturidade, elas também podem ocorrer em outros períodos da vida.

Nos jovens provocam alegria, desejos e brilho nos olhos, fazem vibrar, fazer planos, ficar ansiosos, sentir arrepios e mostram detalhes, da vida e do outro, que antes sequer eram imaginados.

Nos mais velhos, remoçam, elevam a autoestima, causam admiração por alguma particularidade e mexem com todos aqueles sentimentos que já estavam adormecidos, mas que sempre desejaram reviver.

Em determinadas ocasiões, algumas paixões podem se transformar em algo bem maior e sublime, o amor, que apesar de muitos acharem que o conhecem, poucos chegam a realmente conhecer apesar de, como palavra, ser muito utilizada e bastante banalizada nos relacionamentos atuais.

Ele ocorre quando, sem esperar, passamos a querer alguém sem um motivo definido, uma explicação lógica, e sem levar em consideração a atração física, cor da pele, peso, idade, estatura ou bens materiais.

Sentimos desejos incontroláveis de telefonar para a pessoa amada simplesmente para ouvir sua voz, de lhe enviar mensagens carinhosas e frequentemente presenteá-la com coisas simples, sem nenhuma importância ou valor material, mas que a faça perceber que foi lembrada e que, por estar tentando fazê-la se sentir amada e feliz, você faz questão de que ela saiba disso.

É o sentimento mais profundo que uma pessoa pode sentir por alguém, o que mais se aproxima daquele que é sentido pelos pais em relação ao filho que acabou de nascer, e normalmente não é conhecido pelos mais jovens, que quando apaixonados, pensam estar amando.

Só bem mais tarde, quando já sabemos mais sobre o que realmente importa na vida, é que temos maior chance de realmente amar alguém.

Nessa fase já não procuramos as pessoas olhando para detalhes materiais, mas buscando alguém para ser nossa amiga, cúmplice, que esteja disposta a nos acompanhar em todas as ocasiões.

Alguém que estará do seu lado nos momentos de tristeza ou alegrias, com quem sentirá prazeres, pescará, assistirá filmes e peças teatrais, discutirá sobre educação de filhos ou enteados e que tenha a certeza de que sempre retribuiremos da mesma maneira.

A pessoa com quem planejará e realizará viagens, compartilhará desejos, sonhos e ambições, conversará sobre todos os temas e ao lado de quem gostaria de estar todos os dias, do despertar ao adormecer.

Só amamos de verdade, quando encontramos a pessoa ao lado de quem gostaríamos de estar até o apagar das luzes.

João Bosco Leal www.joaoboscoleal.com.br

*Jornalista, escritor e produtor rural

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)