Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/10/2007 15:53

Arrego: delegados depõem e advogado pede liberdade

Só Notícias/Sinop

Permanecem presos na Polinter, em Cuiabá, os delegados Richard Damaceno, de Sinop, e Helena Heloísa de Miranda, de Cláudia. O advogado deles, Ricardo Monteiro disse, agora há pouco, ao Só Notícias, que está tomando “uma série de providências” e que deve pedir relaxamento da prisão dos dois. A prisão é de 5 dias (a partir de 3ªfeira) decretada sob acusações de terem recebido suborno para darem proteção ao jogo do bicho do grupo controlado por João Arcanjo Ribeiro.

Diferente do informado anteriormente, os delegados depuseram ontem à noite, ao Gaeco - Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado. Inicialmente, eles teriam se recusado a depor. A defesa questionou a legitimidade do órgão para presidir o inquérito, já que este seria de responsabilidade de um delegado ou da corregedoria. “Se houver ação contra eles, nas preliminares da defesa eu vou questionar isso”, destacou.

Na denúncia, o Ministério Público revela que foram constatadas irregularidades nas interceptações que os delegados fizeram, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão feita, há algum tempo, em Cláudia. “Eles são inocentes. Os mandados de busca e apreensão foram por determinação da diretoria e a operação foi em nível estadual”, defendeu o advogado Ricardo Monteiro.

Porém, a juíza Virginia Viana Arrais, da comarca de Cláudia, argumentou, em sua decisão, que “consta da vasta documentação juntada no requerimento, bem como das gravações telefônicas efetuadas e ouvidas por essa magistrada e já mencionadas na decisão que decretou a prisão temporária dos requeridos”.

Outras 13 pessoas foram presas durante a operação - entre eles o genro de Arcanjo, Geovani Rodrigues e 5 policiais – também estão sendo ouvidos pelo Gaeco, em Cuiabá.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)