Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/02/2005 14:29

Arrecadação do setor de saneamento foi 15% maior

Cecília Jorge / ABr

O setor de saneamento arrecadou R$ 15,5 bilhões, em 2003, segundo o Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgoto, divulgado hoje pelo Ministério das Cidades. A arrecadação foi 15% maior do que em 2002. As despesas totais com serviços foram de R$ 15,1 bilhões, aumento de 7% em relação ao ano anterior.

De acordo com o estudo, apenas as companhias de saneamento de São Paulo e do Distrito Federal atendem com esgotamento sanitário todos os municípios onde prestam serviço. O conjunto das empresas de abrangência regional oferece o serviço de esgoto em apenas 14% dos municípios em que fornece água. O estudo aponta casos extremos, como o do Maranhão e do Pará, onde as companhias estaduais oferecem esgotamento sanitário a menos de 2% dos municípios que recebem água.

Para o ministro das Cidades, Olívio Dutra, é preciso aprovar a Política Nacional de Saneamento Ambiental, que vai regulamentar o setor e permitir o controle social. Segundo ele, a proposta está na Casa Civil e deve ser encaminhada até abril ao Congresso Nacional.

"Temos certeza de que é um projeto de interesse do país e não de um governo ou partido em especial. Por isso, acreditamos que a tramitação na Câmara seja normal", disse o ministro, ao considerar a tramitação do projeto depois da derrota do governo na eleição da presidência da Câmara.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)