Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/02/2006 17:06

Argentina detecta foco de aftosa na Tríplice Fronteira

Humberto Marques/Campo Grande News

O governo argentino anunciou hoje a descoberta de um foco de febre aftosa em uma fazenda na cidade de San Luís del Almar, na província de Corrientes – região da Tríplice Fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai. Cerca de 70 animais deverão ser sacrificados nas próximas horas, na tentativa de se impedir a propagação da doença. O território argentino, segundo a BBC Brasil, era considerado pela OIE (Organização Internacional de Epizootias) como área livre da aftosa com vacinação.

O caso foi registrado após a conclusão dos trabalhos de sacrifício sanitário na região sul de Mato Grosso do Sul, onde foram contabilizados 28 focos de febre aftosa – entre setembro e dezembro de 2005. Além disso, a doença também foi encontrada em uma fazenda do Paraná. Por conta da presença da aftosa, mercados internacionais suspenderam a compra de carnes desses dois Estados e de São Paulo. Recentemente, uma missão da União Européia esteve nas regiões, avaliando a eficácia das ações de combate à doença.

O temor dos produtores argentinos é de que as mesmas restrições impostas a produtores brasileiros sejam aplicadas àquele país – que também tem a carne como um dos principais produtos de exportação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)