Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/12/2005 20:09

Aprovado: Regras para busca em escritório de advocacia

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou hoje, por unanimidade, o Projeto de Lei 5245/05, que garante a inviolabilidade do local de trabalho dos advogados. De autoria do deputado Michel Temer (PMDB-SP), a proposta também detalha os critérios que devem ser observados pela Justiça antes de determinar a busca e a apreensão nos escritórios de advocacia.
O texto foi relatado pelo deputado Darci Coelho (PP-TO), que defendeu a aprovação da medida. O PL 5245 modifica a Lei 8906/94 e, como tramita em caráter conclusivo, segue para exame do Senado Federal.

Representante da OAB
O texto aprovado garante que os locais e os instrumentos de trabalho dos advogados são invioláveis, o que inclui suas correspondências e equipamentos, como computadores e bancos de dados. Em caso de busca e apreensão, o mandado judicial deverá declarar os indícios de autoria do crime por parte do advogado, sendo cumprido na presença de representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
O mandado de busca também deve ser detalhado, indicando o que poderá ser revistado. A finalidade, segundo Michel Temer, é resguardar os documentos referentes aos clientes do advogado.

Violação
O projeto foi incluído na pauta da CCJ a pedido do autor e recebeu elogios dos integrantes da comissão. Entre eles, o deputado Ivan Ranzolin (PFL-SC). "O local de trabalho do advogado, que o Estatuto da OAB protege, é muitas vezes violado até sem mandado judicial", afirmou.
O deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) também comemorou a aprovação da proposta que, no seu entender, precisa ser acatada com urgência pelo Congresso. "Vez por outra assistimos à polícia invadir os escritórios de advocacia, apreendendo os computadores dos advogados e violando a integridade do segredo profissional", disse Greenhalgh. "Isso em uma democracia não pode acontecer", concluiu o parlamentar.


Reportagem - Janary Júnior
Edição - Sandra Crespo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)