Cassilândia, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

02/05/2005 08:34

Aprovado edital de concurso do Ibama com 610 vagas

Sandra Sato/Ministério do Meio Ambiente

O edital com as regras para o novo concurso do Ibama já foi enviado para publicação e sairá na próxima segunda-feira no Diário Oficial. O instituto contratará 610 novos analistas ambientais em todo o País, a maioria das vagas é para Amazônia onde há carência de servidores do Ibama e para Brasília que precisa reforçar equipes nas áreas de licenciamento e proteção ambiental.

A data do concurso está marcada para 3 de julho. A seleção ficará a cargo do Cespe, da Universidade de Brasília. As inscrições poderão ser feitas nas agências da Caixa, indicadas no edital, entre os dias 23 de maio e 3 de junho ou pela Internet (http://www.cespe.unb.br) entre 10 horas do dia 23 de maio e 20 horas do dia 5 de junho de 2005. O valor da taxa é de R$ 60,00. Os candidatos deverão ter curso superior e indicar na ficha de inscrição o local onde pretendem trabalhar, independente da cidade em que morem.

A exigência visa evitar enxurrada de pedidos de transferências de servidores, como ocorreu no concurso passado. Como os candidatos não puderam previamente indicar o estado em que pretendiam trabalhar, muitos dos aprovados lotados na região Norte pediram remanejamento para o sul do país.

No atual concurso, a disputa de vagas ocorrerá entre os interessados em permanecer no Estado indicado, beneficiando a mão-de-obra local. O candidato prestará o concurso na capital do Estado para onde se inscreveu. Por exemplo, se quiser trabalhar no Amazonas, terá de fazer as provas em Manaus.

"O concurso valoriza as pessoas da terra e aumenta emprego e renda na região", enfatiza o presidente do Ibama, Marcus Barros. Segundo ele, a Amazônia é privilegiada dentro da política global do governo federal e deixa de enfrentar processo de esvaziamento vivido em épocas passadas.

O edital especifica o número de vagas para cada Estado da federação, segundo as seis áreas de atuação do analista ambiental previstas na Lei 10.410/02 que instituiu a carreira. São elas: regulação, controle, fiscalização, licenciamento e auditoria ambiental; monitoramento ambiental; gestão, proteção e controle da qualidade ambiental; ordenamento dos recursos florestais e pesqueiros ; conservação dos ecossistemas e das espécies neles inseriadas, incluindo seu manejo e proteção; e estímulo e difusão de tecnologias, informação e educação ambientais .

Haverá prova específica para essas seis áreas. Não há restrição de profissão para concorrer a qualquer uma das vagas, mas as provas testarão os conhecimentos necessários para o cumprimento de cada função. O candidato não precisará ser necessariamente um engenheiro florestal para concorrer à vaga no ordenamento florestal, mas para ser aprovado deverá ter sólida formação ou profundo conhecimento da área. Mato Grosso do Sul terá 2 vagas, Mato Grosso 60 e Goiás 3. Veja abaixo a tabela de distribuição por estado:

ESTADO

Total



Acre

17


Alagoas

3


Amapá

26


Amazonas

51


Bahia

9


Ceará

9


Distrito federal

165


Espírito Santo

2


Goiás

3


Maranhão

27


Mato Grosso

60


Mato Grosso do Sul

2


Minas Gerais

3


Pará

85


Paraíba

2


Paraná

2


Pernambuco

4


Piauí

5


Rio de Janeiro

20


Rio Grande do Norte

7


Rio Grande do Sul

3


Rondônia

56


Roraima

22


Santa Catarina

3


São Paulo

3


Sergipe

3


Tocantins

18


Total

610




Sandra Sato
Ibama/Sede



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)