Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/01/2006 08:11

Aprovada alterações em leilão de carros apreendidos

Agência Câmara

A Comissão de Viação e Transportes aprovou em dezembro o Projeto de Lei 4855/05, da deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), que altera a destinação dos valores arrecadados em leilões de veículos apreendidos e não reclamados por seus proprietários. A proposta foi aprovada na forma de substitutivo apresentado pelo relator, deputado Humberto Michiles (PL-AM).
De acordo com o projeto, do produto apurado na venda de veículos apreendidos e não reclamados por seus proprietários, serão deduzidas as despesas decorrentes do leilão; das multas e taxas devidas; das despesas com a remoção, apreensão ou retenção; e dos gastos referentes a notificações e editais. Terão prioridade para pagamento as seguintes despesas: comissão do leiloeiro e serviços de remoção e guarda do veículo ou animal; multas, tributos, encargos legais e taxas devidas; e despesas referentes a notificações e editais. O saldo restante, se houver, será recolhido ao Banco do Brasil, à disposição do proprietário do veículo ou de seu representante legal.
O texto aprovado altera a Lei 6575/78 – e não o Código de Trânsito Brasileiro, como previa o projeto original.

Valor insuficiente
O relator Humberto Michiles afirma que o valor arrecadado com o leilão de veículos freqüentemente é insuficiente para quitar até mesmo as multas e débitos fiscais que pesam sobre o bem. Ele lembra ainda que o órgão ou a empresa que realizam a remoção e a guarda do veículo incorrem em despesas para executar tais serviços.
Para Michiles, especialmente no caso de concessão do serviço à iniciativa privada, é necessária a alteração na ordem de prioridade dos pagamentos. Nessa hipótese, o projeto prevê que a empresa privada receberá o valor inerente às tarifas e encargos pelo serviço prestado, que devem constar do edital de licitação.
Outra determinação da proposta é que, no caso de o veículo apreendido ser objeto de furto ou roubo e não ter proprietário identificado, será leiloado como sucata, após a retirada de sua identificação. Já na hipótese de veículo apreendido em outro estado que não o de seu registro, será aplicada a norma para leilão definida no estado onde ocorreu a apreensão.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Newton Araújo Jr.
Edição - Rejane Oliveira


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)