Cassilândia, Terça-feira, 29 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

14/10/2003 07:50

Aprovada advertência sobre uso de celular

Agência Câmara

A Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias da Câmara Federal aprovou o Projeto de Lei 3196/00, de autoria do presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), que obriga os fabricantes de aparelhos celulares a alertarem seus usuários sobre a possibilidade de danos à saúde causados pelo uso dos aparelhos.
De acordo com a proposta, a propaganda dos equipamentos celulares nos meios de comunicação conterá a seguinte mensagem falada e/ou escrita: “O uso contínuo de aparelhos de telefonia celular pode causar danos à saúde”. A mesma advertência deverá aparecer nas embalagens, manuais, posters e cartazes referentes a esses produtos, quando não se destinarem à exportação.
Em caso de descumprimento da determinação pelo fabricante, o projeto prevê a aplicação de multa de R$ 10 mil por lote do produto ou peça publicitária veiculada. A multa será acrescida de um terço em caso de reincidência.

CÓDIGO DO CONSUMIDOR
O relator da proposta, deputado Nelson Bornier (PSB-RJ), apresentou substitutivo à matéria para incorporar dispositivos do PL 3665/00. Pelo novo texto, o descumprimento da determinação do projeto sujeitará o infrator às sanções administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor, sem prejuízo de outras penalidades.
“Embora não haja resultados conclusivos sobre os danos causados à saúde pela radiação eletromagnética emitida pelos aparelhos celulares, na maioria dos países estão sendo adotadas medidas de advertência no sentido de que o uso contínuo de aparelhos de telefonia celular pode causar danos à saúde”, argumenta o relator. “A ausência da certeza científica não elimina a necessidade absoluta de um alerta ao consumidor sobre o risco que está correndo”.
Bornier lembra ainda que o Código do Consumidor, em seu artigo 9º, determina que o fornecedor de produtos e serviços potencialmente nocivos ou perigosos à saúde ou segurança informe, de maneira ostensiva e adequada, a respeito de sua nocividade ou periculosidade.

Ao aprovar os dois projetos, a comissão rejeitou outras quatro propostas que tratam do mesmo assunto: os PLs 3432/00, 3582/00, 3596/00 e 3912/00. Os textos seguem para exame das comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Redação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 29 de Setembro de 2020
Segunda, 28 de Setembro de 2020
10:08
Campo Grande
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)