Cassilândia, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

Últimas Notícias

04/03/2016 07:50

Anvisa libera últimos testes de vacina da dengue de laboratório japonês

180 Graus

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta quinta-feira (3), a aprovação do ensaio clínico de fase 3 da vacina contra dengue desenvolvida pela farmacêutica japonesa Takeda. Esta é a última etapa antes que a vacina possa ser submetida à avaliação para registro.

Segundo a Anvisa, a vacina deve ser aplicada em duas doses com intervalo de três meses. Os testes clínicos devem ser feitos em 20.100 crianças de 4 a 16 anos de vários países. No Brasil, são esperados 4.770 participantes.

"A avaliação foi realizada com a maior brevidade possível e de forma a garantir as etapas necessárias e essenciais para segurança e eficácia do produto final", afirmou a agência em nota na qual reiterou que a vacina da dengue é assunto prioritário para o órgão.

A Takeda está na corrida pela vacina de dengue desde 2013, quando comprou a americana Inviragen que já estava desenvolvendo uma vacina. De acordo com o laboratório, a vacina tetravalente (que previne conta os quatro sorotipos da dengue) em estudo pela empresa é "uma vacina quimérica recombinante baseada em uma forma atenuada do vírus da dengue 2, que fornece o 'esqueleto' genético para todos os quatro vírus da dengue".

Vacina do Butantan
No dia 22 de fevereiro, teve início a última fase de testes da vacina contra dengue desenvolvida pelo Instituto Butantan. A etapa deve começar com a vacinação de 1,2 mil voluntários pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP). A instituição é uma das 14 credenciadas para a realização dos testes clínicos no país. Ao todo, 17 mil voluntários de todo o Brasil devem receber a imunização.

Vacina da Sanofi
Em 28 de dezembro, a Anvisa aprovou a primeira vacina de dengue a entrar no mercado no mundo, desenvolvida pela farmacêutica Sanofi Pasteur. Chamada DengVaxia, a vacina foi capaz de reduzir em 60,8% o número de casos de dengue em um estudo que envolveu quase 21 mil crianças e adolescentes da América Latina e Caribe. Em outro estudo, feito com mais de 10 mil voluntários da Ásia, a vacina conseguiu reduzir em 56% o número de casos da doença.

Outro estudo, feito a partir de uma análise combinada dos testes clínicos na Ásia e na América Latina, concluiu que a vacina é mais eficaz a partir dos 9 anos de idade. A partir dessa faixa etária, a vacina é capaz de proteger 66% dos indivíduos contra a dengue.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Junho de 2017
Domingo, 25 de Junho de 2017
15:50
Cassilândia
Sábado, 24 de Junho de 2017
23:07
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)