Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

08/03/2007 21:09

André propõe pagar em agosto regência para professores

Paulo Fernandes/Campo Grande News

Em reunião na noite desta quinta-feira com a direção da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), o governo do Estado fez uma nova proposta para o pagamento da regência de sala. Nesta nova proposta, apresentada pelo governador André Puccinelli e pela secretária Nilene Badeca (Educação), a parte da regência atrasada seria paga a partir de agosto. Na conversa anterior, na manhã de hoje, o governo se propôs a pagar a diferença relativa ao aumento da regência somente a partir de outubro.

A Fetems irá repassar a proposta para os sindicatos municipais na manhã de sexta-feira (9) e fará uma assembléia geral na manhã de segunda-feira (12) para discutir o assunto. A decisão será repassada por uma comissão ao governador André Puccinelli no mesmo dia, às 16 horas. Caso a categoria rejeite a proposta, não está descartada a possibilidade de manifestações.

Acordo firmado entre a Fetems e a administração anterior estipulou o aumento gradual do pagamento da regência, que chegaria aos 100% em fevereiro. O valor não foi pago pela administração estadual, que alega falta de recursos para cumprir o compromisso.

Ao deixar a reunião, o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, disse que os professores querem o pagamento imediato da regência, mas que a direção da entidade ainda fará a sua avaliação da proposta, antes mesmo da assembléia geral. “O valor varia de R$ 100 a R$ 120 por professor, mas muitos fizeram compromissos contando com o dinheiro”, afirmou.

Pela proposta, a partir de agosto passaria a ser pago a regência integral acrescida de parcela atrasada da seguinte maneira: em agosto seria pago três regências e nos meses seguintes, até o fim do ano, duas regências.

O governador revelou que a diferença de 20% na regência acarreta em um aumento de despesa para os cofres públicos de R$ 2.817.433,69 por mês. Ele também criticou a falta de critérios para pagamento do benefício. “O professor trabalha um dia e recebe completo”, disse. “Deveria ser proporcional”, acrescentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)