Cassilândia, Sábado, 19 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

02/10/2011 09:21

André diz que exame antidoping afasta professor maconheiro de escola

Campo Grande News/ Edmir Conceição e Paula Maciulevicius

O governador André Puccinelli disse que não vai retirar do concurso para professores a exigência do exame antidoping (toxicológico) para detecção de uso de maconha e cocaína. “Nós não vamos retirar isso do concurso. Não quero professor maconheiro, nem cocaineiro. Eles vão ter que fazer como está no edital”, comentou.

O concurso para contratar 545 professores da rede estadual de ensino em Mato Grosso do Sul, que abriu inscrições no dia 26, trouxe de volta a exigência de teste toxicológico para maconha e cocaína. O teste, segundo o edital, deve fazer parte dos exames apresentados pelos candidatos aprovados, na fase de posse nos cargos.

No ano passado, o Governo do Estado já havia feito essa exigência, quando convocou 145 candidatos de um concurso feito anteriormente, mas acabou desistindo, após manifestações contrárias das entidades que representam os professores e do CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos). A exigência dos exames tem feito parte de outros processos seletivos, como o que está em cargo para o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Neste novo concurso para professor, entretanto, não há objeção, segundo a secretária de Educação, Nilene Badeca. “É importante e esse exame é muito bem aceito pela população. É para a segurança dos próprios pais e alunos que sabe da exigência do governo na contratação de quem vai ensinar os filhos deles”, disse Badeca.

De acordo com a secretária de Educação, não há também nenhuma reação contrária por parte da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação). “A Fetems não colocou oposição nenhuma, sentaram para discutir o edital ponto a ponto com a secretaria de administração do governo. Eles queriam ter conhecimento, participação no edital e não levantaram nenhum questionamento, uma vez feito isso, entende-se que foi acordado”, afirmou. O secretário de Finanças da Fetems, Jaime Teixeira, porém, informou que a área jurídica da entidade sindical está analisando o assunto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 18 de Agosto de 2017
Quinta, 17 de Agosto de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)