Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2005 07:33

ANA: até 2006 três estados cobrarão pelo uso da água

Aline Beckestein/ABr

A cobrança pelo uso da água da Bacia do Rio Paraíba do Sul deverá ser estendida, até o final de março de 2006, aos três estados que a compõem: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. De acordo com o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), José Machado, atualmente só é cobrado o uso da água da calha do rio, que é de domínio federal.

Desde 2004 o estado do Rio de Janeiro cobra pela utilização dos rios estaduais que desembocam no Paraíba do Sul. Minas Gerais já regulamentou a cobrança, mas em São Paulo a decisão depende de aprovação de lei pela assembléia legislativa.

José Machado informou que com a cobrança seriam arrecadados até R$ 50 milhões por ano, o equivalente a cerca de um terço do que a Agência estima em investimentos anuais necessários para a despoluição da Bacia do Paraíba do Sul no período de 20 anos. Em 2004, a ANA arrecadou R$ 12,22 milhões com a cobrança no três estados e fez uma aplicação de R$ 13,54 milhões.

A cobrança será feita aos grandes usuários de água – indústrias, agricultores e sistemas de abastecimento. E a tarifa, segundo Machado, não deverá atingir os consumidores finais, já que o valor não deverá ser repassado pelos sistemas de abastecimento, ou pelo menos terá impacto muito reduzido para os usuários.

A cobrança, para Machado, é essencial. "Vai ter chiadeira, mas estamos no limite. Se ninguém pagar nada, no futuro não haverá garantia de água para as indústrias, a agricultura e o abastecimento público". O diretor-presidente da agência, que nesta segunda-feira se reuniu com os secretários municipais de Meio Ambiente dos três estados, acrescentou que "é preciso o uso de tecnologias poupadoras de água para a indústria e agricultura e a promoção de campanhas para o uso racional de água por parte dos sistemas de abastecimento".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)