Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/02/2013 10:00

Amantes são condenados por planejar morte de homem para ficar com seguro

TJ/SC

Uma mulher arquiteta com seu amante a morte do marido. Ela informa a rotina do esposo ao amante, que, juntamente com um terceiro, assassina o homem com diversas facadas. Essa foi a história que o Tribunal do Júri da comarca de Videira e, posteriormente, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, apreciou ao condenar os réus, cada um, em 18 anos de reclusão.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o casal pretendia ficar com o seguro de vida da vítima. Enquanto a mulher fornecia dados sobre a vida do marido, o amante seria o executor. Para praticar o homicídio, o réu convenceu um amigo a colaborar na execução do crime, mediante pagamento de parte do seguro de vida. O marido foi encontrado morto em 13 de dezembro daquele ano, com diversas perfurações no corpo causadas por facadas e disparos de arma de fogo.

Os dois homens condenados apelaram para o TJ e alegaram inocência. Informaram que faltaram provas, já que não houve perícia no material embaixo das unhas da vítima, o qual indicaria que a luta corporal antes da morte não teria ocorrido entre os acusados e a vítima. O amante reconheceu a “amizade colorida” com a ré, mas negou ter conhecimento do seguro de vida ou ter tirado fotos do casal com o objetivo de chantagear a mulher.

Os desembargadores foram enfáticos ao sustentar a condenação. “Além de existirem dissonâncias nos depoimentos prestados pelos réus, Sandra, a qual é esposa da vítima, atribuiu a autoria do crime aos acusados, salientando, na fase policial, que Sidnei sabia do dinheiro do seguro e lhe contou que matou Ivan e o deixou no local onde foi encontrado”, finalizou a desembargadora substituta Cinthia Beatriz da Silva Bittencourt Schaefer, relatora da decisão. A votação foi unânime

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)