Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/07/2010 17:54

Amamsul concorda com redução de jornada no TJ/MS

Campo Grande News/ Denis Matos

A Amamsul (Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul) divulgou nota em que apóia a iniciativa da administração do TJ (Tribunal de Justiça) de mudar o horário de funcionamento do órgão. Recentemente, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) sinalizou que é contra a medida.

O horário de funcionamento passaria a ser das 12 às 19 horas. Na justificativa apresentada pelo TJ, destacam-se os argumentos de contenção de gastos e melhoria do andamento das atividades.

De acordo com a Amamsul, a medida atende as determinações do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), através da Meta 06, defendida pelo Conselho na redução e racionalização do consumo de serviços básicos. Também usa como justificativa a Resolução 88, de setembro de 2009, que regulamenta a jornada de trabalho no âmbito do Poder Judiciário Nacional.

Os magistrados ressaltam que, a princípio, parece que a redução de atendimento diminui a atividade judiciária. Mas o quadro não é esse. “Entretanto, é preciso ponderar que atualmente a máquina judiciária opera em dois turnos, para assegurar o atendimento diário contínuo de 10 horas, de 08 horas da manhã até às 18 horas da tarde, além, é claro do plantão judiciário que é ininterrupto em todas as comarcas do Estado. Assim, é fácil constatar que parcela importante da força de trabalho dedica-se exclusivamente, em turnos de revezamento, a assegurar o atendimento dos advogados e partes durante todo o expediente forense”, diz a nota.

Algumas áreas estão informatizando seus processos, o que tornaria obsoleta a necessidade de atendimento presencial.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)