Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/11/2010 16:44

Agentes de saúde ajudam a combater violência doméstica

Campo Grande News/ Ricardo Campos Jr.

Para combater um problema grave, mas escondido entre quatro paredes, 720 agentes comunitários de saúde receberam treinamento para identificar os casos e orientar as vítimas de violência doméstica.

Na manhã desta sexta-feira houve o encerramento da formação na arena do Horto Florestal com a entrega de certificados e uma confraternização.

Também foram capacitados servidores que atuam nos Cras (Centros de Referência em Assistência Social), Creas (Centros de Referência Especializada em Assistência Social), CCI (Centro de Convivência do Idoso) e Cetremi (Centro de Triagem a Apoio ao migrante).

Os agentes de saúde, a partir de agora, assumem papel fundamental no combate à violência doméstica. “Eles são o elo entre o poder público e a comunidade”, afirma uma das consultoras da capacitação Waleska Sanches Daves.

“O principal não é o que a mulher tem que fazer, mas ajudar as mulheres a terem autonomia para enfrentarem a situação”.

Para a coordenadora municipal de Políticas Públicas para a Mulher Tai Loschi, o objetivo central da capacitação foi “Fazer com que a rede de enfrentamento esteja cada vez mais forte”.

Ajuda- Durante o trabalho, os agentes comunitários de saúde passam por diversas situações nas regiões em que atuam. Norma Sueli Gonçalves, 45 anos, por exemplo, conta que já se deparou com situações de violência durante as visitas,

“Às vezes criam situações constrangedoras. Nunca presenciei agressões físicas, mas verbais já”, conta a agente de saúde.

Com o tempo acaba-se criando certa facilidade para identificar os casos. “Como eu já vou há muito tempo na área consigo ter uma sensibilidade”, conta.

Já Lea da Conceição Ribas, 57 anos, que apesar de atuar em um dos CCI, já vivenciou casos bem mais graves, ainda que fora do local de trabalho. Apesar disso, ela conta que faz parte do trabalho dela auxiliar a comunidade.

Ela conta que certa vez presenciou uma mulher jogar querosene no corpo para cometer suicídio.

Lea diz que sabia que a mulher era vítima de violência doméstica. “O cheiro era fortíssimo. Ela apanhava do marido”. Lê disse que junto com outras pessoas conseguiu impedir o ato.

Em outras situações, a solução veio de forma bem mais fácil. “Tinha uma menina que namorou durante 7 anos, mas casou nova. Ela foi vítima de violência, mas trabalhava em um hospital, era estudada e conseguiu sair de casa” relata Lea.

Agora, após ter recebido a capacitação, ela diz ter mais subsídios para ajudar a essas mulheres. “Agora eu vou muito mais longe, tanto na minha vida particular como na minha ajuda à sociedade”.

A formação dos agenes incluiu palestras e rodas de discussões onde casos como esses foram apresentados e debatidos. Após, as instrutoras orientaram a respeito de como agir diante das mais variadas situações.

Um material educativo foi elaborado e distribuído entre os agentes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)