Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/08/2016 16:11

Advogados brasileiros defendem atletas desassistidos perante Corte de Arbitragem

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

 

Vinte e cinco advogados trabalhão sem cobrar honorários na defesa de atletas desassistidos perante a Corte de Arbitragem do Esporte (CAS, na sigla em inglês) durante a Rio 2016. Os defensores estão à disposição de qualquer atleta que precisar de defesa gratuita em arbitragens esportivas, seja em questões gerais ou casos de doping.

O grupo tem recebido consultas de atletas de vários países em busca de informações sobre seus direitos nos Jogos. A iniciativa dos advogados brasileiros conta com apoio do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA) e da Ordem dos Advogados do Brasil seção Rio de Janeiro (OAB-RJ).

A CAS é uma instituição independente, sediada em Lausanne, na Suíça, responsável por resolver disputas jurídicas no campo esportivo por meio da arbitragem.

Doping

Entre os casos mediados pelos advogados voluntários está o da dupla de vôlei de praia de Vanuatu, que queria a vaga da Itália na competição, depois que uma das atletas do país europeu foi pega no doping. Os advogados argumentaram que as italianas deveriam ser eliminadas e a vaga na Rio 2016 deveria ficar com Vanuatu, próximas colocadas no ranking mundial do esporte.

No entanto, a CAS negou o pedido dos defensores brasileiros e determinou que a Itália convocasse uma nova jogadora para substituir Viktoria Toth, obrigada a abandonar os Jogos do Rio. A dupla italiana de vôlei de praia agora será formada por Marta Menegatti, que já era titular, e Laura Giombini, que estreiam amanhã (6) contra o Canadá.

Para o presidente da Comissão de Arbitragem da OAB-RJ e coordenador do grupo de voluntários, Joaquim de Paiva Muniz, o fato de uma atleta da dupla italiana ter sido pega no doping “maculou a performance do grupo todo”.

Edição: Luana Lourenço

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)