Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

16/11/2009 12:53

Abates atingiram o melhor nível em 21 meses

Fernanda Mathias, Campo Grande News

Após vários meses de redução nos abates de bovinos, em outubro dos frigoríficos de Mato Grosso do Sul atingiram o maior volume desde janeiro de 2008, conforme dados da Superintendência Federal de Agricultura.

Foram 286.758 animais abatidos, o que representa aumento de 11,8% em relação ao volume de abates de setembro. Se comparado com outubro do ano passado a reação é de 27%.

O presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, José Lemos Monteiro, afirma que o aumento em outubro decorreu da liquidação dos animais criados em confinamento. Ele ressalta que neste ano os pecuaristas receberam R$ 74,00 pela arroba em plena entressafra ao passo em que na safra passada a negociação era na casa dos R$ 85,00.

“Os frigoríficos estão matando as galinhas de ovos de ouro deles”, afirma. Segundo ele, o custo fixo é de R$ 79,00 por arroba.

Como segurar animais de confinamento no pasto significa perder de R$ 3,50 a R$ 4,00 ao dia, os estoques foram liquidados. “Neste ano as chuvas vieram mais cedo e já começamos a ter boi de pasto, mas neste caso é diferente porque se o preço não estiver bom o produtor pode segurar”, afirma.

Sendo assim, para este mês o próximo a expectativa é de queda nos abates. O setor prevê que neste ano os abates não passem dos 2,8 milhões de animais ao passo em que no ano passado atingiram 3 milhões. Até outubro eram 2,5 milhões, segundo a SFA.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)