Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/11/2006 06:22

A crônica do Corino - A culpa é do instinto

Corino Rodrigues de Alvarenga
Cassilândia NewsCassilândia News

A crônica do Corino - A culpa é do instinto
Quinta-feira, 31 de Agosto de 2006 07:39
Corino Rodrigues de Alvarenga


A culpa é do instinto

Nasci, graças a Deus, em Cassilândia. E, pelo que me conheço, irei viver os meus últimos dias em Cassilândia. Pode demorar o tempo que demorar, mas tenho convicção de que isso irá acontecer. Não se trata apenas de uma vontade. É cristalino e, sobretudo, instintivo. Faz parte do instinto.
Você conhece a história do instinto? Então vou te contar agora. É rápida e boa demais da conta. Em tempo: não sou o autor dela. Ouvi por aí e estou vendendo o peixe de acordo com as condições que comprei. É pegar ou largar. Pois bem. Lá vai ela.
Houve uma grande enchente na selva. Ficaram à mercê das águas dois animais: o leão e o escorpião. À proporção que o tempo ia passando, a água ia subindo, ia subindo, ia subindo...
O escorpião, como é um animal de pequeno porte e vendo que a água estava subindo, foi para a ponta de um pau e ficou lá em cima. Um leão estava nadando por ali. Mas, como nunca teve nenhuma intimidade com o rei da selva, o escorpião preferiu ficar ali, calado, na ponta do pau, esperando a água descer.
Mas, ao contrário do que esperava o escorpião, a água só subia. Quando ele percebeu que ia morrer afogado, apelou para o leão que estava ali bem perto. O escorpião fez voz de piedade:
- Leão, por favor, me atravesse até aquele morro senão vou morrer afogado aqui!
O leão, conhecendo a fama do escorpião, foi direto:
- Nunca! Você é um animal venenoso e irá me picar.
- Que isso, Leão? Imagina se eu vou fazer uma coisa dessa com você! Estou te pedindo um favor e você pode salvar a minha vida. Eu só tenho mais é que ficar agradecido, amigo.
Como o escorpião foi falando palavras amáveis, o leão foi persuadido a ajudá-lo. “Não custa nada mesmo. E esse pobre coitado vai acabar morrendo afogado aqui se eu não o ajudar. E mais: eu já estou em dívida com o homem lá de cima mesmo... Quem sabe ele não faz esse desconto e alivie um pouco os meus pecados?”, pensou.
- Tudo bem, tudo bem, escorpião. Suba aqui no meu pescoço. E, pelo amor de Deus, não vá me picar. O seu veneno é mortal, eu bem sei.
- Imagina, amigo Leão! Eu picar você? Nunca!
O escorpião subiu no pescoço do leão e ficou ali, quietinho, segurando na juba do seu salvador. O leão foi atravessando o grande rio, nadou uns trezentos metros e foi se aproximando do morro, onde deixaria o escorpião. Assim que o leão pisou na terra firme, o escorpião não resistiu e picou o leão, deixando o sangue descer, quente, muito quente.
O leão, já sem forças, disse as últimas palavras:
- Eu sabia, escorpião... Eu fui idiota ao acreditar em você. Você é um animal sem coração. É maldoso por natureza e acabou de me matar. Como você é mau e traiçoeiro!
Aí o escorpião respondeu, assim que pulou na terra firme:
- Não é maldade, não. É o instinto, leão. É o instinto. Eu também sou uma vítima. Sou vítima do instinto. Foi sem querer, querendo...
Então é isso. O instinto é tudo.
Por isso, minha Cassilândia, ao ter te abandonado e ter te picado com o meu veneno de escorpião, eu só tenho essa explicação. É esse tal instinto. Não é culpa minha. A culpa é dele: o instinto.

Corino Rodrigues de Alvarenga, reside atualmente na Bahia
Contato com o colunista:
corinorodrigues@hotmail.com

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)