Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/02/2006 15:24

Fiscais agropecuários federais avaliam entrar em greve

Yara Aquino/ABr

Os fiscais federais agropecuários ameaçam entrar em greve a partir de março caso não sejam atendidas as reivindicações acertadas na proposta assinada pelo governo e pelos ficais na última greve do setor, em novembro de 2005.

Segundo o vice-presidente da Associação Nacional de Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA), Wilson dos Roberto dos Santos, o indicativo é iniciar a paralisação no dia 6 de março, mas as negociações estão abertas com o governo. "Estamos preparados para isso, mas esperamos que o governo sinalize do outro lado", disse.

Preocupados com o indicativo de greve, representantes de setores privados, como o de avicultura, suinocultura e bovinocultura, se reuniram hoje (21) com membros da entidade para discutir o assunto. Eles estariam dispostos a procurar o governo para tentar evitar a greve, de acordo com o presidente executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Carne de Frango (ABEF), Ricardo Gonçalves.

"Os fiscais poderiam amadurecer um pouco mais [a proposta de greve] para que o setor privado pudesse também conversar com o governo e sensibilizá-lo de que a greve neste momento seria complicada frente a essa situação internacional", avaliou. Os fiscais são responsáveis pela vigilância e liberação dos produtos agropecuários exportados e importados, logo, a greve resulta em prejuízos para os setores produtivos.

De acordo com ele, a paralisação agravaria as dificuldades enfrentadas pelos produtores e exportadores em razão da queda no preço do frango no mercado internacional. A retração ocorre pelo excesso de oferta devido à restrição de consumo nos países onde foram registrados casos de gripe aviária.

Dentre as reivindicações acertadas entre os fiscais e o governo após a greve de 2005 estão a aprovação de um plano de cargos e salários, a realização de concurso público e a equiparação salarial com os auditores da Receita Federal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)