Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

Últimas Notícias

03/05/2019 19:14

"Como vou pagar?", desabafa paciente condenada a indenização

Mayara Bueno, Campo Grande News

A empregada Vera Lúcia Lopes, de 49 anos, não sabe como vai pagar a multa de R$ 10 mil, imposta pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). No mês passado, Vera divulgou a imagem de um médico conversando com colega na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Leblon em sua conta no Facebook. Sem dinheiro para pagar advogado, ela pretende buscar a Defensoria Pública para recorrer da determinação.

Na publicação, a paciente ironiza a conduta dos profissionais, enquanto a sobrinha aguardava atendimento no posto de saúde. A repercussão da postagem foi tanta e o caso parou na Justiça – o médico processou a mulher, que agora não sabe como pagará a multa, conforme relatado pelo portal Uol nesta sexta-feira (dia 3).

Vera conta que recebe salário de R$ 1 mil como empregada, é separada e mora com o filho de 21 anos. Ela relata que contou sua história para a juíza leiga (auxiliar da justiça) Edi Fátima Dalla Porta Franco, autora da decisão que impôs a multa. “Acho que é injusto esse valor de R$ 10 mil. No dia em que fui ao tribunal, expliquei para juíza. Ela não falou nada, nem pediu minha carteira profissional para ver quanto eu ganho”.


Com a decisão, Vera diz não saber da onde tirar o dinheiro da indenização, já que paga “luz, água e R$ 600 de prestação da casa”. Indignada, ela conta que apagou a postagem, conforme a Justiça determinou, mas não entende como um médico pede indenização a uma empregada doméstica.

David Amizio Frizzo, advogado do médico, sabia que a paciente tinha poucas condições financeiras quando entrou com o pedido de indenização por danos morais, segundo reportagem do Uol. “Não buscamos a Justiça por motivo financeiro, mas pedagógico”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 22 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
09:21
Cassilândia
Terça, 21 de Maio de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)