Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/12/2005 13:57

Baixo preço do leite motiva protesto

Famasul

Os mais de 1,5 mil produtores de leite dos oito assentamentos rurais de Itaquiraí paralisaram a entrega do leite, ontem, em protesto contra os baixos preços pagos pelas indústrias na região do cone sul do Estado. O protesto deve prosseguir até o final da semana, e pode ser prolongado, caso não haja um acordo. A informação foi dada pelo presidente da Associação dos Pequenos Produtores de Itaquiraí, Lúcio Meurer.

Ele informou que o protesto dos assentados ganhou a adesão de chacareiros, que também resolveram suspender as entregas de leite in natura nos resfriadores coletivos. O objetivo é pressionar os empresários a cumprir o valor mínimo a ser pago pelo litro do leite, conforme acordo firmado com a Câmara Setorial do Leite.

De acordo com Lúcio Meurer, apenas 5% da produção da região do município de Itaquiraí estava em circulação ontem. Os produtores suspenderam o fornecimento para o Laticínio Guirai, do município de Novo Horizonte do Sul, e Du Primo, de Itaquiraí. Caso não haja acordo, há previsão de suspensão de entrega para outras indústrias.

A Câmara Setorial do Leite havia fixado o preço mínimo do litro em R$ 0,365, mas com o custo de produção o valor total passaria a R$ 0,38. No mês passado, conforme Lúcio Meurer, os laticínios pagaram entre R$ 0,27 e R$ 0,31, bem abaixo do valor acordado. Como alternativa, eles resolveram transformar o leite em queijos e doces.

A previsão, segundo Meurer, é que os produtores de Laguna Carapã e Novo Horizonte também integrem o movimento. Só em Itaquiraí a bacia leiteira produz 40 mil litros/dia.

Autor:
Imprensa - Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)