Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

15/12/2005 13:57

Baixo preço do leite motiva protesto

Famasul

Os mais de 1,5 mil produtores de leite dos oito assentamentos rurais de Itaquiraí paralisaram a entrega do leite, ontem, em protesto contra os baixos preços pagos pelas indústrias na região do cone sul do Estado. O protesto deve prosseguir até o final da semana, e pode ser prolongado, caso não haja um acordo. A informação foi dada pelo presidente da Associação dos Pequenos Produtores de Itaquiraí, Lúcio Meurer.

Ele informou que o protesto dos assentados ganhou a adesão de chacareiros, que também resolveram suspender as entregas de leite in natura nos resfriadores coletivos. O objetivo é pressionar os empresários a cumprir o valor mínimo a ser pago pelo litro do leite, conforme acordo firmado com a Câmara Setorial do Leite.

De acordo com Lúcio Meurer, apenas 5% da produção da região do município de Itaquiraí estava em circulação ontem. Os produtores suspenderam o fornecimento para o Laticínio Guirai, do município de Novo Horizonte do Sul, e Du Primo, de Itaquiraí. Caso não haja acordo, há previsão de suspensão de entrega para outras indústrias.

A Câmara Setorial do Leite havia fixado o preço mínimo do litro em R$ 0,365, mas com o custo de produção o valor total passaria a R$ 0,38. No mês passado, conforme Lúcio Meurer, os laticínios pagaram entre R$ 0,27 e R$ 0,31, bem abaixo do valor acordado. Como alternativa, eles resolveram transformar o leite em queijos e doces.

A previsão, segundo Meurer, é que os produtores de Laguna Carapã e Novo Horizonte também integrem o movimento. Só em Itaquiraí a bacia leiteira produz 40 mil litros/dia.

Autor:
Imprensa - Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)