Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 18 de Junho de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Suinocultura vai ser discutida amanhã em Brasília

Cristiane Sandin - 02 de junho de 2003 - 16:40

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) em parceria com os Presidentes das Associações Estaduais Filiados e Vice Presidentes da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) vão participar amanhã às 14h30, da audiência pública no Congresso Nacional. A audiência acontecerá no Plenário 6 do Anexo II da Câmara dos Deputados em Brasília - DF. O tema a ser apresentado na audiência é "A grave crise enfrentada pelos suinocultores brasileiros".
Produtores de Mato Grosso do Sul pedem soluções e desabafam dizendo que estão "trabalhando para produzir". Um outro problema que afeta a classe é quanto ao preço da carne suína. Segundo os suinocultores, a cotação não acompanha os aumentos dos produtos utilizados nas rações dos animais, como é o caso da soja e do milho.
A Famasul vai ser representada pelo Presidente da Comissão Estadual de Suinocultura, Ademar da Silva Júnior, e pelos membros da Comissão, Helder Hofig e Balduino Marsoni. A solicitação da audiência pública foi feita pelos Deputados Federais Waldemir Moka (PMDB/MS), Moacir Micheletto (PMDB/PR) e Odacir Zonta (PP/SC), que vão expor a situação de preocupação dos suinocultores do país, e entregar um manifesto contendo as principais reivindicações para minimizar os problemas do setor. Entre elas estão o pedido de prorrogação de todos os financiamentos contraídos pelos suinocultores (custeio por cinco anos e de investimento por 20 anos); adoção, pelo governo, de medidas de proteção ao preço do suíno vivo, similares às praticadas em defesa do preço do milho, afim de harmonizar a convivência entre estes dois setores e a instalação imediata de uma Comissão Parlamentar Especial no Congresso Nacional, com o objetivo de discutir a problemática da suinocultura brasileira e garantir a renda necessária para o suinocultor continuar produzindo.


SIGA-NOS NO Google News