Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 25 de Julho de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Sequência vitoriosa do Corinthians conta com heróis improváveis

FPF - 16 de dezembro de 2012 - 10:54

Com um time base montado já há alguns anos, quando conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro em 2008 e teve sequência vitoriosa desde então, o Corinthians deste ano, campeão da Libertadores e bicampeão mundial, contou com heróis improváveis considerando o início da temporada, em janeiro. Cássio, Romarinho e Guerrero chegaram ao time ao longo do ano e foram decisivos em momentos diferentes.

Alçado ao time titular após a eliminação para a Ponte Preta nas quartas de finais do Campeonato Paulista com novas falhas do então titular Júlio César, Cássio surpreendeu o mais fanático dos torcedores corintianos. De boa estatura – 1,95m -, e ótima colocação, o goleiro protagonizou lances incríveis como a defesa do chute de Diego Souza, nas quartas da Libertadores, e as duas intervenções incríveis que fez em momentos cruciais da partida contra o Chelsea, no Japão, quando foi eleito o melhor jogador da decisão.

Jovem, tem apenas 22 anos, o bom Romarinho foi eleito a revelação do Campeonato Paulista deste ano vestindo a camisa do Bragantino. Antes já havia jogado pelo Rio Branco de Americana, clube que o revelou, Desportivo Brasil e São Bernardo. Predestinado, Tite aproveitou o brilho do jogador e após ótima exibição num clássico contra o Palmeiras, o colocou na segunda etapa da partida com o Boca Juniors.

O garoto não se intimidou com a mística e a pressão de La Bombonera e em sua primeira participação no jogo, aos 40 minutos do segundo tempo, recebeu dentro da área e com um toque sutil, enganou o goleiro e marcou o gol que deu o empate ao Corinthians, mantendo a invencibilidade da equipe e trazendo todas as possibilidades de conquistas para o Pacaembu.

Grandalhão, forte e de pouca mobilidade, o peruano Paolo Guerrero e seu estilo de centroavante de futebl europeu não foi muito bem visto quando de sua chegada. Aos poucos, porém, foi se adaptando ao time e bancado por Tite entre os titulares, não decepcionou o treinador e sua torcida. Marcou de cabeça os únicos dois gols do Corinthians na competição mundial e foi decisivo na conquista do título alvinegro.

O tri de heróis improváveis contou com o aporte de jogadores que estão no clubes há tempos, como toda a zaga, formada por Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos, a dupla de volantes, Ralf e Paulinho, mais o meia Danilo, além dos atacantes Jorge Henrique e Emerson, que assim como todos estes citados, estiveram na conquista do Campeonato Brasileiro do ano passado.

SIGA-NOS NO Google News