Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 21 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Mundo Fitness: exercícios rápidos e intensos funcionam mesmo?

Portal Educação Física - 27 de fevereiro de 2021 - 11:00

Mundo Fitness: exercícios rápidos e intensos funcionam mesmo?

Três e sete minutos. São estes os períodos de tempo das mais populares aplicações móveis de fitness que prometem corpos tonificados e em forma em poucos minutos. Os exercícios de alta intensidade já mostraram ser uma forma eficaz de perder peso e queimar calorias, contudo praticá-los em escassos minutos pode não ser tão benéfico quanto isso.

Depois de ter falado com alguns especialistas em atividade física, o Daily Mail revela que os planos de exercícios desenhados para pessoas com agendas completas ou falta de tempo/disponibilidade para ir ao ginásio podem ter efeitos adversos, uma vez que nem todas as pessoas têm uma resistência física indicada para a intensidade dos treinos.

Além disso, diz a perita em fitness Amelia Phillips, “para uma pessoa de tamanho médio é praticamente impossível queimar 200 calorias em apenas três minutos”, tal como prometem alguns aplicativos.

Bill Sukala, fisiologista, vai mais longe: para se conseguir os resultados prometidos era preciso que as pessoas se esforçassem ao máximo, mesmo ao ponto de vomitar. “A realidade é que este tipo de exercícios não é sustentável para pessoas comuns como os seres humanos”, explica.

“Trabalhar a esse nível [o máximo] não é apropriado para todas as pessoas e se o tempo é escasso, fazer estes exercícios provavelmente não ajudará a alcançar os objetivos”, continua, frisando que as várias horas de sedentarismo não são anuladas com meros minutos de alta intensidade física.

Embora estes exercícios sejam ótimos para acelerar o metabolismo e queimar calorias mesmo quando o corpo está parado, fazê-los de manhã ou à noite e depois passar horas sentado ou deitado faz com que “os riscos para a saúde aumentem significativamente”, diz Sukala.