Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 19 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

MP do salário mínimo deve ser votada em duas semanas

Agência Câmara - 20 de maio de 2004 - 15:02

A Medida Provisória 182/04, que reajusta o salário mínimo de R$ 240 para R$ 260, deve ser votada pelo Plenário da Câmara em, aproximadamente, 15 dias. A informação é do líder do PT na Casa, deputado Arlindo Chinaglia (SP), logo após uma reunião, hoje pela manhã, no Palácio do Planalto, entre os líderes da base aliada e o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
Chinaglia admitiu que o fato de a emenda da reeleição das Mesas Diretoras da Câmara e do Senado ter sido rejeitada ontem pelo Plenário da Câmara poderia comprometer a votação da MP do salário mínimo, caso ela fosse marcada para a semana que vem. "A recomendação do presidente, após ouvir os líderes, é que se esperasse o momento adequado no que diz respeito à Câmara, de uma serenidade política", disse o líder.
Arlindo Chinaglia informou ainda que ficou acertado, para a próxima semana, a presença de alguns ministros, em audiências da Câmara, para expor os dados utilizados pelo Governo na definição do índice de reajuste do salário mínimo.

Consenso para mínimo
De acordo com o líder do PTB, deputado José Múcio Monteiro (PE), houve consenso entre os líderes aliados no sentido de trabalhar pela aprovação do novo valor do salário mínimo proposto pelo Governo. “A gente precisa ter a responsabilidade de saber por que vai votar. Não é votar com demagogia, mas dentro da necessidade”, assegurou o líder do PTB. “Muitos companheiros que, no passado, votaram valores baixos, hoje reclamam por valores maiores e esqueceram os argumentos que usavam no passado. São esses mesmos argumentos que nós vamos defender em plenário", complementou.

A votação da MP do salário mínimo, prevista para daqui a 15 dias, deve coincidir com o retorno do presidente da viagem que fará à China.

Reportagem - Márcio Salema
Edição - Simone Ravazzolli