Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 23 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Gravidez/Maternidade - parto em casa: o papel da parteira

A parteira representa a figura feminina com experiência e que fornece calma e conhecimento à futura mamãe.

Huggies - 13 de fevereiro de 2020 - 13:00

No parto natural e no parto em casa, o obstetra ou a parteira ocupa um lugar muito especial, já que se define como “parteira” aquela pessoa habilitada para a atenção às gravidezes, partos e puerpérios normais.

Quando a mãe decide junto de sua família que o parto será feito em casa, a relação com a parteira vai se estabelecendo desde os primeiros meses de gravidez, com o objetivo de se conhecerem e juntas definirem o parto ideal. A relação se aprofunda nas últimas semanas em que se definem os detalhes do que será o trabalho de parto.

Quando a futura mãe sente as primeiras contrações, se comunica com a parteira, que vai de encontro a sua companhia. A parteira se mantém em constante comunicação com o obstetra para mantê-lo atualizado de quando a sua presença será requerida. No momento em que as primeiras dores fortes começarem, será a parteira quem vai ajudar a mãe a lembrar qual era o seu plano ideal, seus sonhos para o momento, os passos combinados em relação à respiração, relaxamento e atitude. Logo, te ajudará a explorar as ferramentas para poder fazer tudo isso possível.

Para que um parto em casa cumpra com as condições ideais, a parteira escolhida deve ter o dom da sensibilidade, da empatia e a abertura suficiente para entender que cada parto e mulher são diferentes. O êxito dessa profissional, que em épocas pasadas se conhecia como ‘matrona’, depende, sobretudo, da sua habilidade para colocar seus próprios recursos a favor de um parto saudável.