Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 20 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Fotogaleria: morre a professora Wandalice Franco Renesto

Wandalice Franco Renesto é a autora do Hino a Fernandópolis

Cidadão Net - 12 de março de 2021 - 10:30

Fotogaleria: morre a professora Wandalice Franco Renesto

Fernandópolis está de luto. Morreu na manhã desta sexta-feira, 12, a professora Wandalice Franco Renesto, 92 anos, autora do Hino a Fernandópolis e primeira mulher a receber o título de Cidadã Fernandopolense. Na sua história de quase 70 anos em Fernandópolis, deixa um legado de ações sociais. Ela estava internada havia mais de 20 dias.

O velório e sepultamento ainda não foram divulgados.

Dona Wandalice nasceu em Itápolis, mas sua paixão sempre foi Fernandópolis, cidade que adotou como sua em 1952, quando aqui chegou ao lado do marido Waldomiro Renesto (falecido em 2007), com quem se casou em 1947, e com os filhos Vicente e Beatriz. Waldomiro veio assumir o cartório local e ela, como professora, assumiu aulas na Escola JAP – Joaquim Antonio Pereira. “A cidade ainda estava começando, não tinha rede elétrica e água encanada, mas logo nos adaptamos, tornando parte dessa terra que adotamos como nossa”, contou.

Ainda na educação, fez carreira como diretora da Escola Coronel Francisco Arnaldo da Silva, onde permaneceu 25 anos até se aposentar. Por suas mãos de educadora passaram gerações de fernandopolenses.

AMOR PELA CIDADE

“Sou uma inveterada fernandopolense, para mim não há lugar melhor”, proclamou em entrevista ao CIDADÃO em 2010.

Católica, vicentina por mais de 50 anos foi também fundadora da APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - e da Volfer - Associação de Voluntários da Santa Casa - da qual foi presidente nos anos de 2008 a 2012. Sempre voltada às ações sociais, acumulou ao longo da vida trabalhos também em prol do Parque Residencial São Vicente de Paulo, Os Sonhadores e Santa Casa de Fernandópolis.

Por sua participação ativa recebeu vários títulos entre eles o de “Cidadã Fernandopolense” em 1968, de Mulher Cidadã em 2009 e a Medalha 22 de Maio em 1974, outorgados pela Câmara de Fernandópolis.

O prefeito André Pessuto acaba de se manifestar nas redes sociais sobre a morte da professora Wandalice Franco Renesto. "Hoje perdemos parte da história viva de Fernandópolis. A comunidade agradece tudo o que a senhora fez por nossa cidade. Obrigado pelos conselhos, pelo carinho, pela atenção de sempre. Viveu intensamente a nossa cidade como poucos.Seus ‘aluninhos’ te agradecem por tudo. Fica em Paz nossa eterna DONA WANDALICE FRANCO RENESTO. Sua letra do Hino de Fernandópolis já foi eternizada e nesse momento precisa ser refletida por todos nós....

“Ó Deus bondoso e justo

Olhai este meu rincão

Fernandópolis este pedaço

De uma grande nação”

OBRIGADO DONA WANDALICE!"

HINO A FERNANDÓPOLIS

Como autora da letra do Hino de Fernandópolis, dona Wandalice viveu noite de grande emoção no dia 31 de maio de 2019 no Teatro Municipal durante o concerto da Osfer – Orquestra de Sopros de Fernandópolis - pelos 80 anos de Fernandópolis quando foi apresentado oficialmente o novo arranjo do Hino de Fernandópolis.

As homenagens à autora do Hino começaram com a aluna Juana Zerpa Viettro, da escola EELAS, prosseguiu com o prefeito André Pessuto que demonstrou gratidão, reconhecimento e respeito à autora do Hino a Fernandópolis.

“Dona Wandalice expressou toda sua delicadeza ao criar a letra do hino de nossa cidade, com versos simples, belos que hoje fazem parte da nossa história. É muito emocionante ver todos os fernandopolenses, de todas as idades, cantando o hino da nossa cidade. Parabéns e muito obrigada por tudo o que sempre fez por Fernandópolis”, disse o prefeito na época ao prestar a homenagem a ilustre dama fernandopolense.

“Estou muito surpresa, não imaginava que receberia esse reconhecimento especial. Muito obrigada a todos”, disse Wandalice Franco Renesto

O hino a Fernandópolis foi oficializado pela lei municipal n° 20/1965, assinado pelo prefeito da época Percy Waldir Semeghini. O Hino tem letra de Wandalice Franco Renesto e música do padre Hugo Van Tuyl. Foi um poema que escreveu logo nos primeiros anos de Fernandópolis, a pedido de um padre, contou.