Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 18 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

FNDE distribui até julho 11 milhões de livros

Marina Domingos/ABr - 16 de maio de 2004 - 07:32

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional (FNDE) vai distribuir, até julho, 11 milhões de livros de literatura às escolas, alunos, professores e secretarias municipais de educação. A distribuição dos livros faz parte do Programa Nacional Biblioteca na Escola, que envolve três projetos: Biblioteca Escolar, Biblioteca do Professor, Casa de Leitura.

“A produção desse material começou em fevereiro e se estendeu até abril. Agora estamos fazendo a mixagem”, disse o coordenador geral dos programas de livros do FNDE, Alexandre Srwy.

De acordo com Srwy, os três programas foram criados pelo Ministério da Educação no final do ano passado e, por isso, o período de espera, até julho, para entrega do exemplares. “Após a produção, os livros vieram para um centro de distribuição em Brasília e serão mixados para serem redistribuídos para escolas e secretarias estaduais”, informou.

Segundo o coordenador-geral, o processo de mixagem, no qual os livros são agrupados em "kits", é necessário para que o material não seja entregue, separadamente, em cada escola ou prefeitura e acabe não chegando ao destino final. Ele explicou que cada editora produziu diversas quantidade de um único título e que é necessário reunir os livros num conjunto para enviar às escolas.

O programa Biblioteca do Professor, por exemplo, possui 144 títulos diferentes que ficarão à disposição dos educadores nas escolas. “É uma sistemática de logística que estava prevista desde o início”, ressaltou Srwy. Já o programa Casa da Leitura irá distribuir 3.659 municípios combinando o maior número de habitantes e o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), num total de 6,3 milhões de livros, "para que mais pessoas tenham acesso à leitura”.

Ao todo, o FNDE possui seis programas de distribuição de livros, o mais conhecido é o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), que distribuiu, no início do ano, cerca de 115 milhões de livros para os alunos de 1ª à 8ª série.