Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 20 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Emprapa faz exposição de inovação tecnológica

Adriano Gaieski/ABr - 16 de maio de 2004 - 13:54

De terça-feira até domingo acontecerá na sede da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) , em Brasília, a IV Exposição de Tecnologia Agropecuária , com uma série de eventos voltados ao conhecimento científico. Na edição deste ano o enfoque será a adaptação, a transferência e a adoção das inovações tecnológicas pelo setor produtivo agropecuário, que tem desempenhado papel fundamental no agronegócio brasileiro.

São vários os objetivos, entre eles, contribuir para a competitividade no agronegócio, na busca do crescimento com sustentabilidade; promover pesquisa e desenvolvimento voltados aos agricultores, pecuaristas e empreendedores rurais, buscando a geração de empregos e o desenvolvimento de tecnologia “ambiental e socialmente ética”, como afirma a apresentação da Embrapa. Também não vão ser esquecidos os agricultores familiares, assentados da reforma agrária e pequenos empreendedores rurais, no apoio a produção em pequena escala e seu fortalecimento sustentável de comunidades locais. Há preocupação também com a busca de soluções e alternativas para os problemas sociais, como a fome, a subnutrição, as desigualdades e os danos ambientais.

Durante a IV Exposição de Tecnologia Agropecuária serão realizados vários cursos e palestras, com o nome geral de Cozinha Experimental-Embrapa que vão desde pratos à base de carne bovina à desidratação de frutas, passando pela produção de gergelim e amendoim no agronegócio, pães caseiros e derivados de arroz japônico.

Nos cursos palestras gerenciais o objetivo é desenvolver características empreendedoras, para o desenvolvimento empresarial, competitividade e permanência no mercado, que permitam a interação do público sobre empreendimentos, mercado e finanças. Os assuntos vão desde atendimento ao cliente, formação de preços a como conquistar o cliente. As vagas são limitadas a 20 participantes por turma e, para se inscrever basta doar cinco quilos de alimento não perecível.

Este ano, na exposição, também acontecerá a edição do Fórum Ciência e Sociedade, uma atividade educativa e de popularização da ciência entre pesquisadores alunos e professores do ensino médio. Eles vão debater temas relacionados ao ambiente, saúde e qualidade de vida, além de aproximar a comunidade escolar da produção e da divulgação do conhecimento científico.