Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 5 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

De Itália aos Estados Unidos, confira embaixadas que chamaram cidadãos de volta

Orientação começou com Estados Unidos, após fala do presidente Jair Bolsonaro minimizando riscos da doença

Midiamax - 12 de abril de 2020 - 15:30

De Itália aos Estados Unidos, confira embaixadas que chamaram cidadãos de volta

Mesmo nações em situação extrema causada pela pandemia do novo coronavírus COVID-19 têm orientado seus cidadãos a deixarem o Brasil. Retorno imediato e o quanto antes foram orientações repassadas por países como Estados Unidos e Itália, devido ao receio pelo aumento no número de casos e a escalada de mortes em decorrência da infecção.

Orientações semelhantes foram repassadas também pelas Embaixadas da Alemanha e Reino Unido. Para analistas, como o economista Ricardo Amorim, o fato de a medida vir de países que até ontem era considerados recordistas de mortes – como a Itália – é descabida ou prova de que outras nações anteveem caos no Brasil.

As manifestações das embaixadas começaram no final de março, quando o Governo dos Estados Unidos divulgou comunicado aos seus cidadãos, após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fazer pronunciamento minimizando os riscos da doença. O texto chegou a relacionar lista de voos que sairiam do Brasil nos próximos dias, alertando que o fluxo tenderia a diminuir. Confira no final da matéria a íntegra do comunicado divulgado pelos EUA.

Na última quinta-feira (9), o site da Embaixada Alemã publicou carta pedindo urgência no retorno dos cidadãos. “É sua responsabilidade deixar o país agora e voltar para a Alemanha”, afirmou o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel. O documento menciona aumento de casos e mortes e o temor de que a situação se agrave rapidamente.

Já no sábado (11) foi a vez da Itália acionar seus cidadãos em território brasileiro. Mesmo sendo o país europeu com o maior número de vítimas, a Embaixada italiana divulgou informações sobre voos e pediu aos italianos que retornem ao seu país de origem.

Embaixada dos Estados Unidos

De acordo com o Aviso de Saúde Global de Nível Quatro do Departamento de Estado, os cidadãos dos EUA que vivem no Brasil devem providenciar retorno imediato, a menos que estejam preparados para permanecer no exterior por um período indeterminado.

A Embaixada dos EUA em Brasília gostaria de informar aos cidadãos dos EUA no Brasil que opções de voos comerciais permanecem disponíveis com saída do Brasil para os Estados Unidos, porém esperamos que esse número diminua. Os cidadãos dos EUA que desejam retornar aos Estados Unidos devem fazê-lo o mais rápido possível pois a situação de viagem está mudando muito rapidamente e a disponibilidade de voos está sujeita a alterações.

Os horários de voos domésticos no Brasil também estão sendo reduzidos significativamente, e os cidadãos dos EUA que atualmente estão fora dos portões internacionais identificados abaixo também devem monitorar sua capacidade de obter um voo de conexão, consultando o site do aeroporto mais próximo.

SIGA-NOS NO Google News