Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 18 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

China: Carnes ganham tempero mais apimentado

Edla Lula/ABr - 21 de maio de 2004 - 08:45

Quando o churrasco tipicamente gaúcho começou a ser servido aos chineses, não apenas eles tiveram que se adaptar ao jeito brasileiro de cozinhar a carne. O empresário Célio Cella, gerente da churrascaria Beijing Brasil, precisou modificar um pouco o tempero de alguns dos pratos, a fim de atender às exigências de um povo que adora uma comida apimentada e bem condimentada.

Como exemplo, o gerente cita o carneiro: "O que servimos aqui é totalmente à chinesa". Outro hábito dos chineses que pode parecer estranho aos paladares brasileiros é o de beber, além do vinho, o chá de maçã como acompanhamento da carne. "É muito saboroso assim", diz Chen Wei, diretor de uma academia de música de Pequim e apreciador confesso do churrasco brasileiro.

Fiscalização

Preocupado com problemas sanitários, o gerente Célio Cella informa que escolhe "a dedo" o frigorífico em que as carnes são compradas e fiscaliza pessoalmente o produto. “Até março, a carne vinha do Brasil. Porém, com a proibição da importação pelo governo chinês, tivemos que adotar a carne daqui. Mas ela é de muito boa procedência”.

Segundo o gerente, uma média de 160 pessoas freqüenta o restaurante diariamente. A expectativa é que esse número aumente a partir deste ano, porque Cella diz acreditar que os chineses estão se abrindo mais à culinária brasileira. “Hoje temos a certeza de que montar essa churrascaria aqui foi o melhor negócio que fizemos”.

Por enquanto a abertura dos chineses está limitada a cozinha, samba, futebol, Amazônia e Foz do Iguaçu. Os chineses, alias, têm grande admiração pelo tema da ecologia. Já economia e
política são assuntos que passam ao largo. De todos os entrevistados na churrascaria, apenas um, Miao Feng Tu, conhecia o Brasil um pouco mais a fundo. “Tenho amigos em São Paulo”. Nenhum sabia qual é capital do país, nem o nome do presidente. Sobre a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima semana, que desconheciam, argumentaram que “a televisão aqui só noticia as coisas quando elas estão acontecendo”.