Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 19 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Aprovada na Câmara, exigência de airbag em carros é lei

Agência Câmara - 20 de março de 2009 - 18:37

Sancionada nesta semana pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a lei (11.910/09) que torna obrigatória a instalação de airbag dianteiro nos veículos produzidos no Brasil ou importados pelo País entrará totalmente em vigor em pelo menos cinco anos. Esse é o prazo para que montadoras e importadoras se adaptem à norma após sua regulamentação pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A medida foi aprovada pela Câmara em fevereiro.

O dispositivo já é item obrigatório de segurança em países como os Estados Unidos e tem sua importância reconhecida por especialistas no Brasil. "O airbag poderia evitar, por ano, 490 mortes de condutores (1,4% das 35 mil pessoas que morrem por ano no trânsito) e 10.150 ferimentos leves", afirma o supervisor de segurança do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil), José Antonio Oka.

Ele coordenou, no ano passado, uma pesquisa sobre a influência do airbag na redução de vítimas fatais em acidentes. Outra conclusão do estudo diz respeito à economia: o Cesvi calculou que R$ 90 milhões seriam economizados anualmente em gastos com saúde, por exemplo, em decorrência das vidas salvas.

Uso complementar
Segundo dados apurados pelo Cesvi Brasil, os veículos com airbag representavam entre 4% e 4,7% da frota brasileira de automóveis e camionetas em 2007. Apesar do baixo número, o secretário-geral da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot), Flávio Faloppa acredita na popularização do item, da mesma forma que ocorreu com o cinto de segurança e, nos últimos anos, com o câmbio automático em veículos.

Faloppa defende todos os equipamentos que possam prevenir mortes, mas ressalta que o uso do airbag deve complementar o do cinto de segurança.

Custos
Para o médico, os custos de incorporação do novo item em veículos são o menos importante na discussão diante do número de vidas salvas e da economia nos gastos com saúde.

O deputado Hugo Leal (PSC-RJ), que relatou o projeto da nova lei na Câmara, no entanto, minimiza essa preocupação (leia entrevista com o parlamentar). Com a popularização do airbag, diz, a tendência é o custo cair. A instalação de um airbag atualmente custa em torno de R$ 2 mil.

SIGA-NOS NO Google News